Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#52632
A série estadunidense "Os Treze Porquês" mostra o cotidiano de uma jovem com depressão e os motivos que a levam ao suicídio. Além da ficção, impasses relacionados às doenças mentais demonstram uma problemática persistente na sociedade brasileira. Dessa forma, é coerente apontar o silenciamento do tema e a exclusão social dos envolvidos com a questão como fatores agravantes da situação.
Em primeiro plano, é imperativo pontuar que há uma lacuna acerca do debate sobre o estigma associado aos transtornos mentais. Segundo a filósofa Simone de Beauvoir , o pior dos problemas sociais é que a sociedade se acostumou com eles. Nessa perspectiva, não há uma discussão ampla sobre a importância de reconhecer e lidar com desvios psiquiátricos, por ser um assunto que foi omitido em meios coletivos. Assim, dificulta-se a visão explícita sobre a problemática pelo senso comum e, consequentemente, a busca por soluções que visem a compreensão e a boa convivência.
Ademais, a marginalização social de doentes mentais é outra vertente significante. De acordo com a Filosofia Antiga, o homem tem a grande capacidade de aprender por imitação. Nesse sentido, a ideologia de isolamento de pessoas com ansiedade, bipolaridade e outras doenças provoca uma ligação a um estereótipo de loucura, sendo passada por gerações através de uma herança histórica de preconceito, presente desde a antiguidade. Desse modo, a discriminação de doenças psíquicas é um espelhamento de erros do passado que a sociedade reproduz.
Portanto, uma intervenção faz-se necessária. Para isso, o Ministério da Saúde deve criar uma campanha de conscientização sobre o estigma associado às doenças mentais, através de vídeos explicativos feitos por psiquiatras, com a finalidade de trazer uma compreensão social em relação ao tema e inibir preconceitos históricos. Tais vídeos devem ser transmitidos nas redes sociais do ministério e em canais abertos de televisão para uma maior abrangência de público. Dessa maneira, será possível que casos como o da série "Os 13 Porquês" sejam distanciados do contexto brasileiro.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#52694
kiara4 escreveu:@emilydassis Poderia me ajudar na correção? :D
oie, desculpa a demora!
seu texto está muito bom, mas vou ressaltar alguns pontos que podem ser melhorados, ok?

- primeiro, tiveram muitas repetições da palavra "doenças", que poderiam ter sido substituídas por patologias, distúrbios, transtornos, etc. por isso retirei alguns pontos na C4.

- além disso, na proposta de intervenção você utilizou como termo principal da AÇÃO a "conscientização", que é uma palavra subjetiva, sendo que é necessário uma ação CONCRETA para resolver o problema - por isso retirei pontos na C4.

enfim, esses são os principais erros que reparei. parabéns!

No livro Carrie de 1974, é apresentada ao l[…]

Segundo o IBGE, em 2019, a população[…]

Preconceito Linguístico

A Fala Que Exclui O Preconceito Lingu&iac[…]

A animação internacional “Dive[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM