• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#64654
Desde o início das civilizações, as pessoas com doenças mentais eram compreendidas até então, como bruxos ou "pessoas possuídas por demônios". Entretanto, em pleno século XXI, as pessoas problematizam estas pessoas, as taxando de 'incapazes' e 'loucos', contribuindo assim, desta forma, para este estigma.

Em 2020, no reality show "A Fazenda", produzido exibido pela TV Record, a participante Raissa Barbosa, que sofre com o Transtorno de Personalidade Boderline, tinha crises de fúria dentro do programa, e através dela, muitas pessoas descobriram sobre a doença, que até então não era muito conhecida e nem retratada pela mídia.
Raissa recebeu diversos ataques e comentarios desagradáveis de internautas a respeito de sua doença, 'Louca' e 'Desiquilibrada' foram palavras-chaves
dos diversos comentários que recebeu.

Em vista dos acontecimentos, nota-se que a sociedade é julgadora, e que muitas pessoas não tem conhecimento sobre o que falam, tampouco sobre o assunto.
Diante dos fatos, mostra-se essencial o combate a este estigma, e para isso, é nescessário que reforce a conscientização desde o período escolar, até o universitário, mais também, a população como um todo. Outro modo, seria que o Ministério da Saúde em conjunto com as Secretarias Estaduais de Saúde, investissem no melhoramento de clínicas e centros de atendimento a pessoas com doenças mentais.
Apenas assim, poderemos evoluir em razão desta questão, e desta forma, fazer com que qualquer tipo de doença mental deixe de ser um estigma.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#64700
Eaí, Caio. Beleza?

Vamos lá.

Ao analisar o seu texto, encontrei vários erros gramaticais, frases incoerentes, falta de informações e pouco desenvolvimento argumentativo.

Na introdução você falou sobre as civilizações, mas não especificou(quais civilizações?) e nem comprovou a veracidade dos fatos (fontes). Você também não soube relacionar o problema persistente nas civilizações com a realidade atual.

Você gastou todo o desenvolvimento 1 falando da participante, Raissa, desfocando do tema
central que é o estigma associado a doenças mentais.

Você pouco desenvolveu o desen. 2


Sua conclusão está razoavelmente compreensivel, cumpre, ainda que de forma um pouco desorganizada, os requisitos da proposta de intervenção(agente/meio/modo/fim/aprofundamento)
Os erros estão grafados de vermelho no texto:


Desde o início das civilizações, as pessoas com doenças mentais eram(são) compreendidas *até então,*(frase sem sentido)como bruxos ou "pessoas possuídas por demônios" (cadê as fontes?). Entretanto, em pleno século XXI,(sem a vírgula) as pessoas(repetição) problematizam estas pessoas(repetição), as taxando de "incapazes" e "loucos", (sem a vírgula)contribuindo, assim, desta forma("assim" ou "desta forma"? Ficou incoerente),(sem a vírgula) para este estigma.

Em 2020, no reality show "A Fazenda", produzido e exibido pela TV Record, a participante, Raissa Barbosa, que sofre com o Transtorno de Personalidade Boderline, tinha crises de fúria dentro do programa,(sem a vírgula) e, através dela, muitas pessoas descobriram sobre a doença(qual doença? Esclareça com um pronome),(sem a vírgula) que, até então, não era muito conhecida e nem retratada pela mídia.
Raissa recebeu diversos ataques e comentários desagradáveis de internautas a respeito de sua doença; "Louca" e "Desiquilibrada" foram palavras-chaves
dos diversos comentários(repetição) que recebeu(conjugação verbal não permitida nesse tipo textual)

Em vista dos acontecimentos, nota-se que a sociedade é julgadora,(sem a vírgula) e *que muitas pessoas não tem conhecimento sobre o que falam, tampouco sobre o assunto*(incoerência).
Diante dos fatos, mostra-se essencial o combate a este estigma,(sem a vírgula) e, para isso, é nescessário que reforce a conscientização desde o período escolar,(sem a vírgula) até o universitário(incoerência; universidades também são escolas), mas, também, a população como um todo. Outro modo,(sem a vírgula) seria que o Ministério da Saúde, em conjunto com as Secretarias Estaduais de Saúde, investissem no melhoramento de clínicas e centros de atendimento a pessoas com doenças mentais.
Apenas assim,(sem a vírgula) poderemos evoluir em razão desta questão,(sem a vírgula) e, desta(repetição) forma, fazer com que qualquer tipo de doença mental deixe de ser um estigma.

Não sou um expert em redação, mas espero ter ajudado. Abraços!

Gi69 , muito obrigada!!

Consoante o sociólogo alemão Danherd[…]

A cultura de assédio no Brasil

A cultura de assédio no Brasil Este &eacut[…]

Material para estudar: https://vestibular.brasil[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM