Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57825
A constituição federal de 1988 documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito a saúde e ao bem-estar social como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o grande número de pessoas com doenças mentais, dificultando, deste modo, a universalização desse direiro social tão importante. Diante dessa pesquisa, faz-se imperiosa a análise de fatores que favorecem esse quadro.
Em uma primeira análise, deve ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater ou ao menos diminuir a porcentagem de pessoas com depressão, ansiedade, transtornos bipolares e outros problemas psicólogicos. Nesse sentido, fica claro como a saúde mental, não é de grande importância para os órgãos superiores, levando em conta que cerca de 5,8% da população brasileira sofre com depressão.
Ademais, é fundamental apontar que em pleno século XXI, ainda existe um grande preconceito em relação a pessoas com doenças mentais, infelizmente, por essa causa, muitos jovens acabam deixando de peocurar ajuda e acabam se suicidando. Além disso, mesmo depois de assuntos como ansiedade e depressão terem ganhado mais visibilidade nos últimos tempos, ainda assim, é ignorado, por ser pautado como loucura ou frescura. Logo é inadmissível que esse cenário continue.
Depreende-se, portanto, a necessidade de combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o governo, por intermédio de palestras, anúncios, panfletos, comerciais, psicólogos públicos e de fácil acesso, consiga passar mais informações para a sociedade, para que assim seja um assunto mais comentado, tendo assim, uma maior importância e compreensão da sociedade, fazendo assim com que fique perceptível o quão grave são as doenças mentais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Em princípio, na série de filmes &qu[…]

A constituição federal de 1988 ,docu[…]

O ensino a distância, que antes era usado pr[…]

_zigmunt Baumam, sociólogo e filósof[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM