Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#52447
A constituição Federal de 1988 , documento jurídico mais importante do país, prevê em seu 6° artigo, o direto a saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto tal prerrogativa não se tem reverberado com ênfase quando se observa o estigma associado a doenças mentais no Brasil, dificultando a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva faz se imperiosa análise dos fatores que favorecem esse quadro.

Em uma primeira análise deve se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o estigma que a população tem diante dessas pessoas. Nesse sentido tal problema vem se permeando entre a sociedade culminando uma série de questões como a depressão , ansiedade e transtornos mentais. Afetando a maioria da população brasileira causando mortes que poderiam ser evitadas , desavenças familiares e opressão social. Essa conjuntura segundo as ideias do filósofo e contratualista John Locke configura-se como uma violação do " contrato social " já que o estado não cumpre a função de garantir que os cidadãos desfrutem da normalidade social. Portanto é inadmissível que esse cenário perdure no país.

Ademais é fundamental apontar o preconceito digital, onde nas redes sociais pessoas com problemas mentais são vítimas de ataques, como difamações e humilhações com palavras de repúdio. Segundo as próprias vítimas causa conflitos mentais , entrando em ansiedade podendo levar a depressão. Segundo a (OMS) Organização Mundial da Saúde em 20 pessoas 1 tem problemas de saúde mental.

Depreende-se, no entanto , que o governo com ajuda de políticas públicas , possa criar projetos sociais onde possam contratar profissionais da área , para ajudar essas pessoas a designarem um caminho mais viável que é encontrar a mentalidade saudável, também pode se criar comerciais estimulado a própria família a ajudar essas pessoas , para que estado possa cumprir o "contrato social " como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O preconceito é algo constante no dia a dia[…]

@medlover @Costa2020 @Felipe082 @RafaNaBase @Nicol[…]

As doenças mentais alcançaram elevad[…]

Segundo a Organização Mundial da Sa&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM