#73811
No livro "1984'', do escritor George Orwell é constantemente vigiado pelo governo através de novas tecnologias. Hodiernamente, a ficção não difere da realidade brasileira, visto que com os avanços da tecnologia e a criação de redes sociais, os indivíduos estão cada vez mais expostos. Desse modo, devido à escassez de uma educação digital, somada à necessidade de ostentar uma vida perfeita nas redes sociais, os limites entre o público e o privado são quase inexistentes no país.

Em primeiro plano, é preciso destacar a necessidade de uma educação digital para controlar a exposição dos usuários na internet. De acordo com o educador brasileiro Paulo Freire: “A educação sozinha não transforma a sociedade e sem ela a sociedade não muda”. Nesse sentido, sem uma educação digital seria impossível fazer com que a população reduzisse a quantidade de informações que elas mesmas disponibilizam, tendo em vista que as publicações podem conter informações privadas que, quando expostas, tornam-se prejudiciais ao indivíduo, o que transforma a vida em redes sociais perigosa no Brasil.

Ademais, é imprescindível ressaltar a urgência em disseminar um plano de vida perfeito como caminho para a falta de limites entre o público e o privado. Segundo o livro “A sociedade do espetáculo”, de Guy Debord, o corpo social sente a necessidade de mostrar de seus bens para expor uma superioridade, além de uma vida perfeita. Sob esse viés, as publicações em massa de um indivíduo sobre tudo que gira em torno de si facilitam a coleta de informações e quebram as barreiras impostas para a separação da vida pública e privada na sociedade brasileira.

Portanto, medidas são necessárias para reconstituir os limites da exposição da vida pessoal no Brasil. Desse modo, urge que o Ministério da educação crie o programa “Bem-estar digital”, por meio de um projeto de lei entregue à Câmara dos Deputados. Dessa maneira, o programa deverá ser obrigatório em redes sociais cuja a localização se dá no Brasil, além de ajudar a identificar postagens com informações comprometedoras, a fim de alertar os indivíduos e evitar que narrativas como a de “1984”, de George Orwell se concretizem no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Olá, Bia. A sua redação n&at[…]

eurodrigo anasilva1 Bia2201 3m1ly Gi6[…]

eurodrigo Obrigado pela avaliaçã[…]

oii, estou de volta pessoal!!! Gostaria que corrig[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM