Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#55921
De acordo com a declaração universal de direitos humanos -
promulgada em 1948 pela ONU (organização das nações unidas) é direito de
todos os cidadãos, sem qualquer distinção, o direito a privacidade na era
digital. Entretanto, viver em rede no século XXI impede que isso aconteça na
prática, devido não só a invasão de privacidade, como também a dificuldade de
muitos usuários ponderar sobre o que publicar na internet.
Convém ressaltar, a princípio, que a invasão de privacidade tem se
tornado frequente nos dias atuais, diversos grupos de pessoas mal
intencionadas retiram informações da rede para uso em golpes e usufruem das
informações postada em redes sociais para saber data e hora onde uma
pessoa se encontra afim de realizar assaltos. Nesse contexto, fica evidente que
o direito a privacidade se tornou algo esquecido.
É notório também que ponderar o que publicar na internet se tornou uma
grande dificuldade para os usuários, o ser humano conseguiu atingir um nível
de exposição muito severo, pois acabam expondo diariamente seus hábitos,
sua família, seus dados e suas preferências. Portando, isso abre espaço para
situações muito perigosas, pois conforme Zygmount Bauman, filósofo e
sociólogo polonês “As redes sociais são muito úteis, oferecem serviços muito
prazerosos, mas são uma armadilha”. A internet é um meio de comunicação
muito necessário, todavia não se deve esquecer que a vida real é mais
importante.
Portando, é evidente que viver em rede no século XVI configura-se como
uma questão que necessita ser resolvida. Logo, cabe ao poder público
controlar que determinadas informações sejam retiradas das redes sem o
consentimento dos usuários, por meio de leis mais rígidas que controle a
disseminação de dados e a realização de campanhas de visem conscientizar a
população sobre o uso indevido das redes sociais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Valorização do idoso

De acordo com o sociólogo Émile Durk[…]

Bom dia, seu texto está muito bem desenvolv[…]

Bom dia, vou colocar aqui os pontos q vc pode melh[…]

"O cidadão invisivel" trata da de[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM