• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#65702
Em agosto de 1995, o confronto entre torcedores do São Paulo e Palmeiras, no estádio Pacaembu, deixou mais de 100 feridos e um adolescente de 16 anos morto. Além disso, uma pesquisa realizada pelo Instituto Stochos demonstrou que 43% dos torcedores não vão aos estádios por medo da violência. Uma vez que as punições para quem comete tais atos de violência são bastante leves, deve-se estabelecer penas rígidas.

É de salientar que, em 2012, segundo o site português Mais Futebol Total, o Brasil ficou em primeiro lugar no ranking dos países com o maior número de óbitos nos estádios de futebol. Haja em vista que no parágrafo único do artigo 13 do Estatuto do Torcedor, sancionado em maio de 2003 e que estabelece normas de proteção e defesa do torcedor, é posto que praticar atos de violência nos estádios apenas levaria a impossibilidade do torcedor ao recinto, não a sanções penais. Ademais, entre os anos de 2014 e 2015, apenas 3% dos delitos criminais praticados em estádios foram efetivamente punidos. Destarte é a falta de punição penal, presente no Estatuto do torcedor, que viabiliza a violência nos estádios.

Conclui-se que a falta de punição penal facilita que alguns torcedores pratiquem violência nos estádios de futebol. Portanto, é necessário que o governo altere parágrafo único do artigo 13 do Estatuto do Torcedor, pois esse trecho é um dos poucos trechos do regulamento que é alvo de críticas, e estabeleça pena para quem cometer atos de violências, a fim de que não ocorram mais mortes e confusões em decorrência indireta dos jogos de futebol.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#66140
Em agosto de 1995, o confronto entre torcedores do São Paulo e Palmeiras, no estádio Pacaembu, deixou mais de 100 feridos e um adolescente de 16 anos morto. Além disso, uma pesquisa realizada pelo Instituto Stochos demonstrou que 43% dos torcedores não vão aos estádios por medo da violência. Uma vez que as punições para quem comete tais atos de violência são bastante leves, deve-se estabelecer penas rígidas.
* Muito repertório, no segundo período era para problematizar com suas palavras

[faltou conectivo] É de salientar que, [faltou apresentação do argumento] em 2012, segundo o site português Mais Futebol Total, o Brasil ficou em primeiro lugar no ranking dos países com o maior número de óbitos nos estádios de futebol. Haja em vista que no parágrafo único do artigo 13 do Estatuto do Torcedor, sancionado em maio de 2003 e que estabelece normas de proteção e defesa do torcedor, é posto que praticar atos de violência nos estádios apenas levaria a impossibilidade do torcedor ao recinto, não a sanções penais. Ademais, entre os anos de 2014 e 2015, apenas 3% dos delitos criminais praticados em estádios foram efetivamente punidos. Destarte é a falta de punição penal, presente no Estatuto do torcedor, que viabiliza a violência nos estádios.
* Somente repertório
* Faltou o 2º parágrafo de desenvolvimento
* Estrutura: apresentação do argumento + repertório + argumentação + arrematação


[faltou conectivo] Conclui-se que a falta de punição penal facilita que alguns torcedores pratiquem violência nos estádios de futebol. Portanto, é necessário que o governo < Poder Legislativo ou Congresso Nacional] altere o parágrafo único do artigo 13 do Estatuto do Torcedor, por meio de proposta de lei, pois esse trecho é um dos poucos trechos < cuidado com a repetição de palavras e termos] do regulamento que é alvo de críticas, e estabeleça pena para quem cometer atos de violências, a fim de que não ocorram mais mortes e confusões em decorrência indireta dos jogos de futebol.
#66141
jherodrigues escreveu:Em agosto de 1995, o confronto entre torcedores do São Paulo e Palmeiras, no estádio Pacaembu, deixou mais de 100 feridos e um adolescente de 16 anos morto. Além disso, uma pesquisa realizada pelo Instituto Stochos demonstrou que 43% dos torcedores não vão aos estádios por medo da violência. Uma vez que as punições para quem comete tais atos de violência são bastante leves, deve-se estabelecer penas rígidas.
* Muito repertório, no segundo período era para problematizar com suas palavras

[faltou conectivo] É de salientar que, [faltou apresentação do argumento] em 2012, segundo o site português Mais Futebol Total, o Brasil ficou em primeiro lugar no ranking dos países com o maior número de óbitos nos estádios de futebol. Haja em vista que no parágrafo único do artigo 13 do Estatuto do Torcedor, sancionado em maio de 2003 e que estabelece normas de proteção e defesa do torcedor, é posto que praticar atos de violência nos estádios apenas levaria a impossibilidade do torcedor ao recinto, não a sanções penais. Ademais, entre os anos de 2014 e 2015, apenas 3% dos delitos criminais praticados em estádios foram efetivamente punidos. Destarte é a falta de punição penal, presente no Estatuto do torcedor, que viabiliza a violência nos estádios.
* Somente repertório
* Faltou o 2º parágrafo de desenvolvimento
* Estrutura: apresentação do argumento + repertório + argumentação + arrematação


[faltou conectivo] Conclui-se que a falta de punição penal facilita que alguns torcedores pratiquem violência nos estádios de futebol. Portanto, é necessário que o governo < Poder Legislativo ou Congresso Nacional] altere o parágrafo único do artigo 13 do Estatuto do Torcedor, por meio de proposta de lei, pois esse trecho é um dos poucos trechos < cuidado com a repetição de palavras e termos] do regulamento que é alvo de críticas, e estabeleça pena para quem cometer atos de violências, a fim de que não ocorram mais mortes e confusões em decorrência indireta dos jogos de futebol.
Muito obg!

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Olá! Alguém poderia me auxiliar por[…]

Frequentemente, comenta-se muito a respeito da que[…]

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM