• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por lucasmunizz
#64693
No romance pré-modernista “Triste fim de Policarpo Quaresma”, do escritor Lima Barreto, o protagonista – um major apaixonado pelo Brasil – tenta, a todo curso, combater as injustiças sociais do país e vislumbrar a pátria em pleno progresso. Todavia, fora do âmbito literário, sobretudo nos dias atuais, é fato que a violência contra os mais velhos diverge substancialmente desse ideal brasiliano outrora formulado, haja vista que diversos idosos são humilhados e tratados com descaso. Logo, de modo a solucionar esse revés, é imprescindível analisar o silenciamento da mídia, bem como a insuficiência legislativa, os quais emergem como pilares que amparam esse nefasto cenário.
Em primeira análise, é pertinente ressaltar a insuficiente exposição dessa problemática por parte dos meios de comunicação, um pilar que fomenta o impasse do tema. No século das luzes (XVIII), o iluminismo difundiu informações que causaram a queda do absolutismo. Dessa forma, vê-se a importância da função dos meios de comunicação como denunciadores de impasses sociais. Entretanto, pode-se observar que a mídia, em vez de promover matérias que elevem o nível de informação, optam por manter silêncio sobre tais questões. No Brasil hodierno, as mídias deixam de apontar problemas atuais, tais como a agressividade e a crueldade contra os indivíduos de terceira idade. Com efeito, devido à ausência de debates e propagação desse assunto como prioridade, a população, sem conhecimento de tal paradigma, deixa de se mobilizar a cerca dessa causa e influência na consolidação de uma situação tão presente no país e que carece de intervenção.
Ademais, é cabível pontuar que a ineficácia das leis corrobora com a persistência da vicissitude. A esse respeito, o filósofo grego Aristóteles afirmou que o objetivo da política é promover a vida digna aos cidadãos. Nessa lógica, a conjuntura
vigente contrasta o ideal aristotélico, posto que atitudes violentas e de descaso aos idosos, tais como a agressão e pressão psicológica, violam a dignidade humana além de trazer consequências à vítima, como por exemplo a depressão ou sentimento de solidão. Assim, medidas precisam ser tomadas pelas autoridades competentes, a fito de atenuar o revés.
Infere-se, portanto, que o imbróglio abordado necessita ser solucionado. Logo, a mídia, por intermédio de programas televisivos de grande audiência, deve discutir o assunto com profissionais especialistas nessa área, com o objetivo de mostrar as reais consequências do problema e apresentar uma visão crítica a respeito do impasse. Essa medida ocorrerá pela elaboração de um projeto estatal, em parceria com as emissoras de televisão. Em adição, o Congresso Nacional irá formular artigos jurídicos para intensificar a punição àqueles que violarem as leis contra a tese em questão. Somente assim, será possível construir um país em que o major Policarpo Quaresma se orgulharia.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por eurodrigo
Quantidade de postagens
#64703
lucasmunizz escreveu:@eurodrigo poderia dar uma olhada se não for incômodo?
Assim que possível, Lucas. :D
Avatar do usuário
Por eurodrigo
Quantidade de postagens
#64926
Correção de redação - ENEM
@lucasmunizz - VIOLÊNCIA CONTRA OS IDOSOS

A1, A2 e retomadas (tese)
Elementos temáticos
Ótimo! Muito bem!
Poderia ser melhor
Erro (desvio)
Adicionar
Confuso (não está claro)
Repetição
Desnecessário
Conectivos e operadores argumentativos
Repertório e/ou material sociocultural
Elementos da proposta

No romance pré-modernista “Triste fim de Policarpo Quaresma”, do escritor Lima Barreto, o protagonista – um major apaixonado pelo Brasil – tenta, a todo cursocusto, combater as injustiças sociais do país e vislumbrar a pátria em pleno progresso (Massa!). Todavia, fora do âmbito literário, sobretudo nos dias atuais, é fato que a violência contra os mais velhos diverge substancialmente desse ideal brasiliano outrora formulado, haja vista que diversos idosos são humilhados e tratados com descaso no país. Logo, de modo a solucionar esse revés, é imprescindível analisar o silenciamento da mídia (A1 antecipado), bem como a insuficiência legislativa (A2 antecipado), os quais emergem como pilares que amparam (retirar > *emergir algo > emergem o cenário) esse nefasto cenário.
➜ Ótima introdução! O repertório é pertinente, há uma tese clara e, também, os argumentos antecipados bonitinhos. Não tenho muitas objeções, apenas as poucas que se encontram no próprio espelho. Parabéns! :mrgreen:

[Substituir por "Sob essa perspectiva"; "Diante desse cenário";...] Em primeira análise, [retomada do A1 > é pertinente ressaltar a insuficiente exposição dessa problemática por parte dos meios de comunicação, um pilar que fomenta o impasse do tema. (ausência de conectivo) No século das luzes (XVIII), o iluminismo difundiu informações (Por meio de quê?) que causaram a queda do absolutismo. Dessa forma, vê-se a importância da função dos meios de comunicação como denunciadores de impasses sociais. Entretanto, pode-se observar que a mídia, em vez de promover matérias que elevem o nível de informação, optam por manter silêncio sobre taisnão se posicionar a respeito de tais questões. (ausência de conectivo) No Brasil hodierno (evite o uso de palavras que caíram em desuso)contemporâneo, as mídias deixam de apontar problemas atuais, tais como a agressividade e a crueldade contra os indivíduos deda terceira idade., o que Com efeito, devido à ausência de debates e propagação desse assunto como prioridade, a(> substituir) reduz a mobilização da população, sem por conta da falta de conhecimento de tal paradigma (desnecessário), deixa de se mobilizar (retirar) a cercaacerca dessa causa e influência na consolidação de uma situação tão presente no país e que carece de intervenção.
➜ O seu desenvolvimento está ótimo! Os seus argumentos são bons, o repertório é pertinente e há uma boa retomada do A1. Entretanto, cuidado com a organização de ideias que, nesse caso, está um pouco confusa. Atente-se às sugestões e modifique-as da maneira que desejar em sua próxima redação. Assim, acredito que a sua construção argumentativa ficará muito melhor! :D

Ademais, [retomada do A2 > é cabível pontuar que a ineficácia das leis corrobora com a persistência da vicissitude. A esse respeito, o filósofo grego Aristóteles afirmou que o objetivo da política é promover a vida digna aos cidadãos. Nessa lógica, a conjuntura vigente contrasta o ideal aristotélico, posto que atitudes violentas e de descaso aos idosos, tais como a agressão e pressão psicológica, violam a dignidade humana além de trazere geram consequências às vítimas, como, por exemplo, a depressão ou sentimento de solidão. Assim, medidas precisam ser tomadas pelas autoridades competentes, a fito de atenuar o revés.
➜ Massa! Boa produção! Atente-se apenas aos poucos comentários postos no espelho. :D

Infere-se, portanto, que o imbróglio (evite o uso de palavras que caíram em desuso*) abordado necessita ser solucionado. Logo, a mídia (AGENTE), por intermédio de (MEIO DA AÇÃO) programas televisivos de grande audiência, deve discutir o assunto (AÇÃO) com profissionais especialistas nessa área, com o objetivo de (FINALIDADE DA AÇÃO) mostrar (Mostrar a quem?) as reais consequências do problema e apresentar (A quem?) uma visão crítica a respeito do impasse. Essa medida ocorrerá pela elaboração de um projeto estatal (Como ele funcionaria? Lembre-se: só é considerada detalhamento a construção que, de fato, detalhar), em parceria com as emissoras de televisão (MEIO 2 DA AÇÃO). Em adição, o Congresso Nacional (AGENTE 2)irá formular artigos jurídicos (AÇÃO 2) para intensificar a punição àqueles que violarem as leis contra a tese em questão (FINALIDADE DA AÇÃO 2). Somente assim, será possível construir um país em que o major Policarpo Quaresma se orgulharia (Boa!).
➜ Top! Senti falta apenas de um detalhamento assertivo. Entendo que a "elaboração de um projeto estatal" tinha esse objetivo, mas note que não há detalhes, portanto, detalhamento. Atente-se a isso! :!:

Nota :!:
C1 (160) Ps.: a sua construção sintática está legal, mas como houve mais de 2 desvios naturalmente diferentes, infelizmente, precisei reduzi-la ao nível 4.
C2 (200)
C3 (200)
Ps.: não retirei nenhuma pontuação dessas competências, mas acredito que algumas construções tenham, sim, ficado confusas. De qualquer forma, a sua estrutura e os seus argumentos atingiram o que você desejava... por isso, então, as maximizações.
C4 (160) Ps.: as repetições e algumas ausências de conectivos reduziram a sua C4 ao nível 4.
C5 (160)

Parabéns pela redação! Sucesso! :mrgreen:
Avatar do usuário
Por lucasmunizz
#65044
@eurodrigo, muito obrigado pela correção, ajudou muito :D

Na primeira ausência de conectivo no D1, posso deixar desse jeito?: Convém lembrar que, o iluminismo, no século das luzes (XVIII), difundiu informações por meio de pensadores e ideais que causaram a queda do absolutismo.

Na obra de origem australiana, “A Menina que[…]

Segundo o filósofo e matemático fra[…]

zgabiruLGD , Disponha!

Oiii alguém poderia corrigir minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM