Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por sunshine
#57954
"Dormindo com o inimigo", um filme produzido pela Century Fox, narra a história de Laura, uma mulher que sofre abusos de ser marido mas não o denuncia por medo. Sobre esse contexto, é de suma importância colocarmos em pauta a vigente violência sofrida por milhares de mulheres. Violência psicológica, assédio, agressões e desigualdades de gênero são algumas das vertentes que mascaram a violência, o que tem feito com que ela se dissemine cada vez mais.
Nota-se a princípio que, a violência não é só um ato físico, mas sim um conjunto de ações que geram um determinado dano. Podemos afirmar que nos últimos anos a violência verbal e psicológica tem crescido cada vez mais, porém por diversas vezes acabam passando despercebidas. Em vidas secas, de Graciliano Ramos, o narrador diz a respeito do personagem principal "sabia perfeitamente que era assim, acostumara-se a todas as violências." Trazendo para a realidade é notório dizer que, pela frequência com que essas situações acontecem as pessoas acabam não dando a devida importância, tratando a violência fosse algo natural.
Bruce Lee disse que devemos lembrar que a violência e a agressão agora fazem parte da vida cotidiana, você acaba vendo isso na televisão mas acaba fingindo que não existe. Ainda sob essa visão é incontestável dizer que, a cada dois minutos uma mulher recebe lesão corporal no Brasil. É necessário pontuar que, o medo é um aliado dos agressores, já que, a partir do medo as vítimas acabam se sentindo reprimidas ao pensarem em denunciar o agressor. Nesse sentido, é de suma importância relembrarmos que as mulheres escondem as agressões por medo de não possuírem apoio ou de serem consideradas culpadas daquela situação, o diálogo e o apoio são cruciais na diminuição de sentimentos como medo, culpa e desconforto.
Pela observação dos aspectos analisados faz-se necessário que o Ministério das Comunicações juntamente com a mídia,divulgue informações de apoio e incentivo a denúncia das vítimas, através dos meios de comunicações, com objetivo de encorajar as vítimas. Ainda sim, cabe ao Ministério da Saúde divulgar informações a respeito da identificação de agressões psicológicas, para que as vítimas identifiquem esses comportamentos. Por fim, cabe as Ongs (organizações não governamentais) demostrem apoio as vítimas para que elas se sintam confortáveis. Criando assim uma geração de mulheres consciente das violência e praticantes do apoio mutuo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na Idade Média doenças mentais eram[…]

A grande dependência das rodovias é a[…]

Desde o ilumismo, sabe-se que um grupo só a[…]

Sociedade Brasileira: sobrevivendo à Consti[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM