Avatar do usuário
Por Sabrina00
Quantidade de postagens Amigos
#124825
Em outubro de 1988, a sociedade conheceu um dos documentos mais importantes da história do Brasil: a Constituição Cidadã, cujo conteúdo afirma que todos os cidadãos são iguais, sem distinção de nenhuma natureza. Todavia, tal garantia é deturpada na prática, haja vista que a população convive com atos discriminatórios nos estádios e, seu combate o que representa um obstáculo na efetivação da garantia constitucional prevista pela Carta Cidadã. Dessa forma, é válido analisar as causas que fomentam esse revés, dentre as quais se destacam a inoperância governamental e a invisibilidade do tema.

Sob essa análise, a omissão estatal é um fator que dificulta o combate aos atos discriminatório. Nesse viés, para Norberto Bobbio - expoente filosofo - defende que o Estado é detentor da responsabilidade social no intuito de promover o bem-estar social. No entanto, ao se analisar os atos discriminatórios nos estádios, vê-se que o regime federativo se mostra conivente com as ações preconceituosas, na medida em que, embora tenha consciência da necessidade em se combater o problema, ainda se mostra omisso e distante do seu compromisso social, como proposto por Bobbio. Com efeito, não é razoável que o Governo seja indiferente aos atos discriminatórios e fomente, de maneira indireta, a continuidade de tais práticas antissociais.

Convém pontuar ainda, a invisibilidade do tema como potencializador das práticas depreciativas nos estádios. Nessa perspectiva, Jean-Paul Sartre em sua obra “O Ser e o Nada” desenvolveu o conceito de “Acomodação Social segundo o qual há algumas temáticas que são excluídas da apreciação coletiva e se tornam temas invisíveis. Sob essa lógica, os atos discriminatórios em estádios representa um tema negligenciado, tal como denunciou Sartre, haja vista a ausência de direcionamento da questão e sua orientação nos principais polos de debate: escola e família. A ideologia de Jean-Paul Sartre, embora represente aquilo que a sociedade não deveria apresentar, ainda é perceptível, visto que, aquilo que não se debate, em busca de sua solução, também não encontra resolução e, assim, os atos de discriminação persistirão nos estádios.

Depreende-se, portanto, a adoção de medidas que venham combater as atitudes preconceituosas nos ambientes esportivos. Desse modo, cabe ao Ministério do Esporte - responsável pelas diretrizes desportivas - promover canais de denúncias das práticas de discriminação, como aplicativos e plataformas digitais ligadas aos clubes futebolísticos por meio de ações governamentais. Essa iniciativa teria a finalidade de romper com o silenciamento da temática, para que a sociedade concretize a garantia constitucional de igualdade prevista na Carta Magna de 1988.

:D
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 195

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 185

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por Daires
Quantidade de postagens
#0
Em sua obra "Ensaio sobre a cegueira", o escritor português José Saramago descreve uma cidade fictícia na qual, paulatinamente, as pessoas as pessoas vão ficando cegas. Na trama, o autor usa dessa alegoria para criticar a falta de altruismo e cooperação no mundo contemporâneo, em que os indivíduos se preocupam cada vez menos com o bem-estar coletivo. Ao transpor a ficção e analisar a atual conjuntura brasileira, percebe-se que a obra exemplifica a realidade vivenciada no país, uma vez que o Os desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil.representa um problema que não recebe a devida atenção no território nacional
0
Avatar do usuário
Por Daires
Quantidade de postagens
#124906
Em sua obra "Ensaio sobre a cegueira", o escritor português José Saramago descreve uma cidade fictícia na qual, paulatinamente, as pessoas as pessoas vão ficando cegas. Na trama, o autor usa dessa alegoria para criticar a falta de altruismo e cooperação no mundo contemporâneo, em que os indivíduos se preocupam cada vez menos com o bem-estar coletivo. Ao transpor a ficção e analisar a atual conjuntura brasileira, percebe-se que a obra exemplifica a realidade vivenciada no país, uma vez que o Os desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil.representa um problema que não recebe a devida atenção no território nacional
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
1095 Exibições
por Sabrina00
O aumento dos atos de violência
por Alvessamuel    - In: Outros temas
0 Respostas 
52 Exibições
por Alvessamuel
Violência nos estadios
por manudido    - In: Outros temas
0 Respostas 
86 Exibições
por manudido
3 Respostas 
254 Exibições
por Tayverson
0 Respostas 
211 Exibições
por lucky786
0 Respostas 
150 Exibições
por Mariclara
0 Respostas 
191 Exibições
por adazinha
0 Respostas 
119 Exibições
por Th2804
0 Respostas 
104 Exibições
por Kimmdoo10
1 Respostas 
89 Exibições
por Lara2009

besourokafka - Sua introdução ap[…]

Felipe082 Maxy Alunaaaamed Casey12 Ke[…]

Obesidade é uma doença

A obesidade é um problema. Para muitos a […]

besourokafka Tati14 elloysa filipediasx 0[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM