Avatar do usuário
Por alycia
Quantidade de postagens Amigos
#94661
De acordo com o teórico francês Hippolyte Taine, o meio social é um determinante para a construção de comportamentos e costumes de um indivíduo. Entretanto, no Brasil, a questão da falta de visibilidade do QUEER pelo meio social patriarcal é motivo de preconceito e exclusão. Dessa forma, urge analisar as principais causas desse impasse: a falta de empatia e a carência informacional.

De início, vale salientar que a ausência de empatia agrava o problema. Sob essa ótica, o conceito de "Atitude Blasé" do sociólogo alemão George Simmel, que diz respeito à apatia diante problemas que merecem atenção da sociedade. A partir dessa perspectiva, é possível observar que a realidade contemporânea brasileira se distancia do ideal empático, uma vez que existe uma discriminação do QUEER por serem invisibilizados. Isso ocorre, pois, a população não aceita e não trata a diferença de forma comum como, por exemplo, a violação de direitos e a dificuldade de acesso à educação que os homossexuais sofrem.

Ademais, é preciso abordar a carência de informação como outro elemento fundamental do revés. De acordo com o teórico Pierre Bourdieu, a mídia deve ser usada como ferramenta democrática, ao invés de mecanismo opressor. Porém, quando se refere a imperceptibilidade dos indivíduos que não correspondem à heteronormatividade, a opressão causada não só no cotidiano, mas também nas redes sociais, pela ignorância de pessoas preconceituosas que não buscam informações. Nesse contexto, é essencial superar esses paradigmas que prejudicam diversos indivíduos.

Portanto, são necessárias medidas para minimizar essa problemática. Logo, cabe à grande mídia e ao Ministério da Educação e da cultura - responsável pela elaboração e execução da Política Nacional de Educação (PNE) - promover um maior acesso ao conhecimento e representatividade da população LGBTQIA+, através de entrevistas e publicidades nas escolas e no Instagram. Isso deve decorrer, a fim de assegurar que o meio social ainda seja uma forma de inclusão e diversidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por EmillyySilva
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#94680
Olá, tudo bem?? Irei lhe disponibilizar uma análise rápida, espero ter ajudado em algo! Lembrando que não sou profissional, apenas tento auxiliar no que consigo. 😺👋🏻


╔═══════════════════╗
⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🧙‍♂️【 ANÁLISE GERAL】💨
════════════════════

⠀ᵃⁿᵃˡⁱˢᵉ
"A invisibilidade do QUEER no cenário Brasileiro."
════════════════════
Competências
════════════════════

❌Errado.
-> o correto estará dentro dos parênteses.
⚠️Atenção.
💡Análise textual.
『⚛』repetição.
🔂substitua ou mude.
⁉️dúvida.

﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌
Como é uma análise rápida não estará pintada ou com muitos detalhes, apenas informações breves. Então peço que analise com cuidado.
﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌﹌
De acordo com o teórico francês Hippolyte Taine, o meio social é um determinante para a construção de comportamentos e costumes de um indivíduo. Entretanto, no Brasil, a questão da falta de visibilidade do QUEER [⚠️》aqui seria relevante colocar uma pequena explicação entre travessões, para que todos os leitores saibam do termo》 e por ser um termo inglês acredito que leve aspas. ] pelo meio [🔂》"devido ao meio"》 mude o "pelo" para um conector explicativo melhor] social patriarcal [❌》Isolar entre vírgulas o "pelo meio social patriarcal"》 por ser uma informação adicional] é motivo de preconceito e exclusão. Dessa forma, urge analisar as principais causas desse impasse: a falta de empatia e a carência informacional.

De início, vale salientar que a ausência de empatia agrava o problema. Sob essa ótica, [💡》 adicione aqui》 "é válido abordar [...]"] o conceito de "Atitude Blasé" [❌》vírgula] do sociólogo alemão George [❌》Georg] Simmel, que diz respeito à apatia diante problemas que merecem atenção da sociedade. A partir dessa perspectiva, é possível observar que a realidade contemporânea brasileira se distancia do ideal empático, uma vez que existe uma discriminação do QUEER por [❌》 ambiguidade nessa frase》 o QUEER é invisibilizado ou o QUEER são discriminados por seres invisibilizados?》 mudar o "por" para "os quais tornam-se [...]"] serem invisibilizados. [⁉️》de que forma são invisibilizados?] Isso ocorre, pois, a população não aceita e não trata a diferença de forma comum [❌》vírgula》como assim comum?? Aqui acredito que citar "de forma respeitosa, sem degrinir o direito ético ou moral deles" se interligaria melhor na sua narrativa] como, por exemplo, a violação de direitos e a dificuldade de acesso à educação que os homossexuais sofrem.

Ademais, é preciso abordar a carência de informação como outro elemento fundamental do revés. De acordo com o teórico Pierre Bourdieu, a mídia deve ser usada como ferramenta democrática, ao invés de mecanismo opressor. Porém, quando se refere a imperceptibilidade [⁉️》Aqui não compreendi o que quis dizer com o fato da imperceptibilidade, tendo em vista seu significado de algo que é imperceptível. Eles não percebem o que??] dos indivíduos [⚛] que não correspondem à heteronormatividade, a opressão [❌》faltou o "é"] causada não só no cotidiano, mas também nas redes sociais, pela ignorância de pessoas preconceituosas que não buscam informações. Nesse contexto, é essencial superar esses paradigmas que prejudicam diversos indivíduos. [⚛》repetição]

Portanto, são necessárias medidas para minimizar essa problemática. Logo, cabe à grande mídia e ao Ministério da Educação e da cultura [❌》Cultura]- responsável pela elaboração e execução da Política Nacional de Educação (PNE) - promover um maior acesso ao conhecimento e [❌》 faltou o "a"] representatividade da população LGBTQIA+, através de entrevistas e publicidades nas escolas e no Instagram. Isso deve decorrer, [❌》ocorrer》 sem vírgula] a fim de assegurar que o meio social ainda seja uma forma de inclusão e diversidade.

════════════════════

✅ ótimo texto, apenas tenha mais atenção nos erros e melhorias. Irei deixar algumas aulas extras para você estudar abaixo:

👍🏻☺️








════════════════════
3
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
A invisibilidade do QUEER no cenário brasileiro
por Alynee    - In: Outros temas
0 Respostas 
15 Exibições
por Alynee
A invisibilidade do QUEER no cenário brasileiro
por Alynee    - In: Outros temas
0 Respostas 
14 Exibições
por Alynee
O aumento da fome no cenário brasileiro.
por caiodebelem    - In: Outros temas
0 Respostas 
99 Exibições
por caiodebelem
0 Respostas 
80 Exibições
por jennpamela
1 Respostas 
87 Exibições
por rauany
0 Respostas 
25 Exibições
por vitorramos
1 Respostas 
81 Exibições
por LunaCuacoski
1 Respostas 
96 Exibições
por naellyviana
2 Respostas 
51 Exibições
por 910638827u9
1 Respostas 
82 Exibições
por Alynee
O feio e o bonito

A padronização estética atual[…]

Na obra "Utopia", do escritor in[…]

No que concerne a "O direto de ir e vir n[…]

luiz filipe laura loyse Carla ionara iara0

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM