Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por ml2020
#34462
Consoante a Constituição Federal de 1988, no artigo 196,é dever do estado em garantir o acesso a saúde,bem como é responsável pelas medidas públicas para zelar o bem-estar da população brasileira. Nesse contexto,a valorização do SUS no país vem apresentando tamanha importância nos atendimentos e nas ações durante a pandemia de COVID-19 vivenciada mundialmente. Desse modo,tanto a ausência de infraestrutura quanto a desigualdade social nas unidades,reflete essa realidade.
Em primeiro plano,o sistema único de saúde foi criado com um simples objetivo: a universalização;pois,a saúde é um direito de todas as pessoas e o estado deve assegurar total acesso aos indivíduos independente da raça,cor,ocupações ou características pessoais e sociais.No entanto,a maioria da população que vai em busca de um auxilio á saúde, no sus, acaba voltando para casa sem a solução do problema pela maneira que é tratada no ambiente,tanto pelos fatores citados quanto na reclamação pela demora no atendimento.Sendo assim, a capacitação profissional e melhorias no acolhimento da população no Brasil, são de imensa seriedade em colaboração as condições atuais.
Não se pode esquecer,que a falta de infraestruturas nas unidades de saúde também aponta algumas necessidades vigentes nesses cenários. A ausência de melhoria nas condições sanitárias,nas enfermaria;superlotação,situação financeira insuficiente,falta de médicos,atendimentos demorados,estrutura física inacabada ,junta-se aos inúmeros impasses que o país vem enfrentando principalmente na situação pandêmica que ainda persiste na atualidade mundial.Contudo,deve-se notar ,que a obrigação com estruturas aprimoradas nas bases estruturais dessas unidades básicas de saúde são de extrema necessidade para o bem-estar da população no Brasil.
Enfim, medidas cabíveis devem ser tomadas afim de alterar essas adversidades na sociedade.Para que isso ocorra, o ministério da saúde juntamente com o governo,precisam proporcionar mais investimentos nas condições hospitalares e ,sobretudo,nos sistemas únicos de saúde em regiões que tem um desenvolvimento bem carente e pessoas necessitadas de auxilio;melhorar a higienização dos ambientes para facilitar a recuperação dos pacientes e a saúde dos profissionais; mais organização em relação a superlotação e leitos indisponíveis.Devem promover palestras e entrevistas com o objetivo de tranquilizar e instruir as pessoas a obterem acesso e colaborar com a inclusão de todos.Tais palestras devem ser web conferenciadas nas redes sociais dos ministérios para alcançar um público maior.Por fim,´´a saúde do homem depende muito da saúde do planeta´´-Jaze Goes.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por L3t1c14
#47601
No Brasil colônia, apenas os nobres tinham fácil acesso à medicina adequada. Enquanto os escravos, indígenas e plebeus, recorriam a crenças, caridade e instituições religiosa como a Santa casa da misericórdia, uma alternativa sem qualificações.
Assim como no período colonial, a posição social, ditava a qualidade do tratamento clínico, o subfinanciamento é um problema para à qualidade de vida. Apesar de sermos o único país com um sistema de saúde pública universal, que atende todas as classes sociais.
Acresce que o SUS trabalha com 3 reais por pessoa por dia. Visto que o número de mortes , causadas por doenças cardiovasculares e metabólicas como diabetes e câncer tem crescido de forma divergente ao número de recursos. Sobre tudo má administração, o desvio de verbas é mais um de seus dilemas.
Portanto, atitudes devem ser tomadas para resolver estes impasses. O ministério da saúde precisa investir em campanha de sensibilização a uma vida saudável, a prática de exercícios físicos, e mudança de hábito devem ser inseridas na População. Com a parceria do MEC, orientando os professores na formação de projetos e palestra para os alunos nas escolas, com a participação do país. Pois, segundo Kant "O ser humano é aquilo que a educação faz dele".

Lally EscreverOnline Logo BuscarNova redaç&[…]

Evasão escolar

É de conhecimento geral que, em nosso pa&i[…]

De acordo com Friedrich Hegel o estado deve prote[…]

Sistema Carcerário brasileiro

Precariedade Prisional A nossa populaç&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM