• Avatar do usuário
#63158
Na Grécia antiga, o filósofo Sócrates, afirmava que as duas grandes habilidades necessárias ao desenvolvimento e à formação do ser humano são a arte e o esporte. Nessa perspectiva, percebe-se que o esporte no ambiente escolar é um importante mecanismo para a formação de um indivíduo. Hodiernamente, essas atividades físicas constituem um espectro social, que, embora possua uma relevante inclusão social, encontra-se, no Brasil, muito restrito a algumas escolas públicas, o que constitui um problema que urge ser enfrentado.
Nesse contexto, o advogado e ativista Nelson Mandela, defende a ideia de que o esporte é uma ferramenta que possui a capacidade de mudar positivamente o mundo. Diante disso, é notório que as atividades físicas são de grande relevância na estruturação de um indivíduo na saúde física e psicológica, além disso, serve como incentivo para que jovens se mantenham longe das drogas e da evasão escolar. Desse modo, observa-se que as práticas esportivas beneficiam o indivíduo no aspecto de inclusão social e desenvolvimento de valores éticos.
Todavia, de acordo com o IBGE, a maioria das escolas públicas municipais brasileiras não tem estrutura para a prática de esportes, somente 27% dos 5570 municípios brasileiros tem escolas com campo de futebol, ginásio, piscina ou pista de atletismo. Sob essa análise, percebe-se que há pouca influência de alguns colégios em relação ao acesso das práticas esportivas devido à falta de estrutura, assim, nota-se que o artigo 1 dos direitos humanos, que garante liberdade e igualdade em dignidade e em direitos, não é devidamente executado nessas instituições.
Portanto, medidas devem ser tomadas para mitigar essa problemática. É dever da Frente Parlamentar do Esporte, que se trata de uma associação suprapartidária de integrantes do poder legislativo que lutam por essa área, por meio de ações de protestos na câmera, pressionar o poder legislativo para criação de leis que garantam o acesso ao esporte nas escolas. A fim de ampliar o acesso ao esporte e reduzir problemas como a criminalidade e a evasão escolar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM