• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#69995
É de conhecimento geral, que há grandes manifestações a favor e contra o direito de existência de pessoas transexuais, transgêneros e travestis. Muitas desses movimentos transfóbicos de caráter direitista baseado em escrituras ditas sagradas, são o que colocam muitas pessoas em questionamento. Trans são verdadeiros homens? E as mulheres trans, podem usar o mesmo banheiro que eu? Essas perguntas, preconceituosas, são fruto de um mesmo lugar; a ignorância. Porém será nesta dissertação que ficará explícito através da ciência, que essas pessoas são realmente autênticas.

Querem 'esculhambar' o evangelho, foi assim que o pastor Silas Malafaia se referiu a comunidade trans, segundo ele, as verdades do cristianismo e os princípios da palavra de Deus são argumentos plausíveis para se dirigir com desprezo para a comunidade. Não é novidade que a sociedade brasileira em geral sempre teve desapreço por transexuais e isso fica claro ao observarmos o papel designado para os mesmo, em televisões, nunca houve sequer um papel que não marginalizaram travestis antes dos anos 2000.
Atualmente é estudado a causa de existirem pessoas cujo o gênero designado no nascimento é incongruente ao gênero com qual o cérebro percebe ser. Pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) realizaram os primeiros estudos feitos na América Latina e tanto neste estudo quanto em outros feitos pela Dra. Julie Bakker da Universidade de Liège na Bélgica, por exemplo; comprovaram que o cérebro de pessoas trans se assemelha e se comporta de acordo com o gênero que se identifica. Ou seja, a identidade sexual é neurológica e a disforia de gênero é causada por uma incongruência na forma cujo corpo reage a sua identidade de gênero.

Fica claro para todos aqueles que se recusam usar o véu da ignorância e negacionismo que a existência da comunidade trans é algo natural que vem sendo descoberta e explorada por séculos. Há registro de pessoas que não se sentiam confortáveis em seus corpos, muitos anos antes de Cristo, vale a pena ressaltar que antes mesmo das definições cisgêneras serem implantadas na sociedade, temos conhecimento de civilizações que contemplavam gêneros além do feminino e masculino, — Portanto podemos afirmar que a transexualidade é algo histórico e inerente ao ser humano e nega-lá é anticientífico.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#69997
Oi, é a minha primeira vez aqui. Não tenho uma boa noção de como teria que ser uma redação para o Enem, então estou escrevendo esta redação sobre o ponto de vista científico e social envolvendo a transexualidade. Com certeza tem muuuuuitos erros, por isso eu peço para quem puder corrigir me ajudaria muito. Assim eu conseguiria me situar e criar uma base de como deve ser escrita uma boa redação. Obrigado desde já
Estou marcando algumas pessoas, quem puder dar uma olhadinha na minha redação eu agradeço.
@FernandaZw @Deivid16 @Willa @Ender @hel0oooo @rnjun @eurodrigo @KISTX
#70026
Oi @nycolas2005 , tudo bem?
Vamos corrigir sua redação? Bora!

Sua Introdução🌻

Ela precisa conter:

Apresentação do tema
Sua posição/Opinião

É de conhecimento geral, que há grandes manifestações a favor e contra o direito de existência de pessoas transexuais, transgêneros e travestis.

[Faltou melhor apresentação do tema, finja que você está explicando para uma pessoa que não sabe nada sobre as manifestações trans, de mais detalhes sobre isso]

[Faltou conectivo, sempre que iniciar um parágrafo coloque conectivo, igual o seu primeiro parágrafo] Muitas desses movimentos transfóbicos de caráter direitista baseado em escrituras ditas sagradas, são o que colocam muitas pessoas em questionamento. Trans são verdadeiros homens? E as mulheres trans, podem usar o mesmo banheiro que eu? Essas perguntas, preconceituosas, são fruto de um mesmo lugar; a ignorância. Porém será nesta dissertação que ficará explícito através da ciência, que essas pessoas são realmente autênticas.
[Você se posicionou bem, mas não apresentou a sua tese que viria no próximo parágrafo]

Seu Desenvolvimento 1 🌻

[Faltou conectivo] Querem 'esculhambar' o evangelho, foi assim que o pastor Silas Malafaia se referiu a comunidade trans, segundo ele, as verdades do cristianismo e os princípios da palavra de Deus são argumentos plausíveis para se dirigir com desprezo para a comunidade. [Falta conectivo] Não é novidade que a sociedade brasileira em geral sempre teve desapreço por transexuais e isso fica claro ao observarmos o papel designado para os mesmo, em televisões, nunca houve sequer um papel que não marginalizaram travestis antes dos anos 2000.

[Faltou colocar mais sua opinião, você apenas colocou informações]

Seu Desenvolvimento 2🌻

Atualmente é estudado a causa de existirem pessoas cujo o gênero designado no nascimento é incongruente ao gênero com qual o cérebro percebe ser. Pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) realizaram os primeiros estudos feitos na América Latina e tanto neste estudo quanto em outros feitos pela Dra. Julie Bakker da Universidade de Liège na Bélgica, por exemplo; comprovaram que o cérebro de pessoas trans se assemelha e se comporta de acordo com o gênero que se identifica. Ou seja, a identidade sexual é neurológica e a disforia de gênero é causada por uma incongruência na forma cujo corpo reage a sua identidade de gênero.

[Aqui seu desenvolvimento já ficou melhor que o primeiro e teve sua opinião no último parágrafo]


Fica claro para todos aqueles que se recusam usar o véu da ignorância e negacionismo que a existência da comunidade trans é algo natural que vem sendo descoberta e explorada por séculos. Há registro de pessoas que não se sentiam confortáveis em seus corpos, muitos anos antes de Cristo, vale a pena ressaltar que antes mesmo das definições cisgêneras serem implantadas na sociedade, temos conhecimento de civilizações que contemplavam gêneros além do feminino e masculino, — Portanto podemos afirmar que a transexualidade é algo histórico e inerente ao ser humano e nega-lá é anticientífico.

[Sua conclusão não tem os critérios exigidos, que são:

1- Agente (quem vai fazer?)
2- Ação ( O que vai fazer?)
3- Finalidade (Por quê vai ser feito?)
4- Modo/Meio (como vai ser feito?)
5- Detalhamento (Aprofundar mais um pouco)

Exemplo:

"Dessa forma, é preciso que o governo (agente)/ tome atitudes de criar ONGs (ação)/ para quê a todos tenha conscientização (finalidade)/ por meio de palestras e televisões (modo/meio) ......(aí aqui você detalhada mais o que seria feito, o seu último parágrafo poderia estar aqui por exemplo)

Lembrando que esse exemplo acima é de um tema qualquer ok?

Espero ter te ajudado!
🌻
#70258
nycolas2005 escreveu:Oi, é a minha primeira vez aqui. Não tenho uma boa noção de como teria que ser uma redação para o Enem, então estou escrevendo esta redação sobre o ponto de vista científico e social envolvendo a transexualidade. Com certeza tem muuuuuitos erros, por isso eu peço para quem puder corrigir me ajudaria muito. Assim eu conseguiria me situar e criar uma base de como deve ser escrita uma boa redação. Obrigado desde já
Estou marcando algumas pessoas, quem puder dar uma olhadinha na minha redação eu agradeço.
@FernandaZw @Deivid16 @Willa @Ender @hel0oooo @rnjun @eurodrigo @KISTX
bom dia amigo!!! pode deixar que eu corrijo assim que tiver tempo, muito gentil você me marcar :))
#70371
Olá Nycolas! Desculpe a demora. Vou corrigir sua redação. 🦋

🌱 Legenda:


✔️ Período bem definido
❔ Período mal definido
❌ Período não identificado
Asterisco (*) – erro

Vamos lá!
🌿 Introdução:

É de conhecimento geral, que há grandes manifestações a favor e contra o direito de existência de pessoas transexuais, transgêneros e travestis. [Contextualização?] [Falta conectivo] Muitas* desses movimentos transfóbicos de caráter direitista [,] baseado** em escrituras ditas sagradas, são o que*** colocam muitas**** pessoas em questionamento. Trans são verdadeiros homens? E as mulheres trans, podem usar o mesmo banheiro que eu? *****. Essas perguntas, preconceituosas, são fruto de um mesmo lugar; [aqui seria dois pontos] a ignorância [Argumento 1]. Porém [,] será nesta dissertação que ficará explícito [,] através da ciência, que essas pessoas são realmente autênticas. [Tese?]

📝 Correção:

*Muitos, pois se refere ao sujeito “movimentos transfóbicos”.
**baseados, pois se refere ao sujeito “movimentos transfóbicos”.
***os que, pois se refere ao sujeito “movimentos transfóbicos”.
****Você já tinha colocado a palavra “muitos” antes. Para o texto não ficar repetitivo, seria mais adequado utilizar um sinônimo aqui, como por exemplo,“várias”.
***** Seria melhor ter colocado essas perguntas entre aspas, para realmente mostrar que são as pessoas em questionamento que estão fazendo elas.
Alerto também sobre o uso de conectivos. Busque sempre iniciar um período com um conectivo!

Contextualização ❓
Tese ❔
Encaminhamento argumentativo (apresentação do Argumento 1) ✔️


💬 Comentários:

A sua contextualização foi bem rasa. Entendi que você trouxe o problema para o contexto atual, dizendo que há manifestações a favor e contra o direito de existência de pessoas trans e travestis, mas faltou um pouco mais de explicação. Seria ótimo se encaixasse aqui algum dado estatístico sobre quantas pessoas trans existem no Brasil, ou sobre os números alarmantes de assassinato contra essas pessoas.
Veja como eu faria sua introdução sem ter nenhum dado ou alusão em mente:

É de conhecimento geral que, no Brasil, o país que mais mata pessoas trans no mundo, milhares de pessoas transexuais, transgêneros e travestis, buscam os seus direitos de ser quem são na sociedade, através de manifestações, reivindicações e redes sociais. Entretanto, a existência de movimentos transfóbicos, que são contra a existência de transexuais, dificulta a validação dessas pessoas, pois, baseados em escrituras ditas sagradas, colocam várias pessoas em questionamento: “Homens trans são verdadeiros homens? E mulheres trans, podem usar o mesmo banheiro que eu, mulher cis?”. Essas perguntas, preconceituosas, são fruto de um mesmo lugar: a ignorância. Porém, será nesta dissertação que ficará explícito, através da ciência, que essas pessoas são realmente autênticas.

Observe que “a existência de movimentos transfóbicos [...] baseados em escrituras ditas sagradas” também pode ser considerado um argumento que dificulta a validação de pessoas trans.

🌿 Desenvolvimento 1:

[Tópico Frasal?] Querem 'esculhambar' o evangelho*, foi assim que o pastor Silas Malafaia se referiu a comunidade trans, [.] segundo [Segundo] ele, as verdades do cristianismo e os princípios da palavra de Deus são argumentos plausíveis para se dirigir com desprezo para a comunidade.[Repertório] [Falta conectivo] Não é novidade que a sociedade brasileira[,] em geral [,] sempre teve desapreço por transexuais[,] e isso fica claro ao observarmos o papel designado para os mesmo, [aqui não tem vírgula] em televisões, [já que, visto que, pois] nunca houve sequer um papel que não marginalizaram** travestis antes dos anos 2000.

📝 Correção:

*Essa frase deveria estar entre aspas, pois você está parafraseando o pastor Silas Malafaia.
**marginalizassem

Tópico Frasal ❌
Repertório ✔️
Explicação/Problematização ❔
Finalização ❌


💬 Comentários:

Faltou o tópico frasal, é ele que inicia o desenvolvimento. O tópico frasal é uma frase que irá mostrar ao leitor qual será o argumento defendido no parágrafo. Por exemplo:

A princípio, [sempre inicie com um conectivo!] é importante analisar como o [argumento] agrava a situação das pessoas trans no Brasil.

Como a @KISTX disse, você inseriu muitas informações mas não disse sua opinião e as consequências da marginalização das pessoas trans, ou seja, não fez uma problematização.
Faltou também uma finalização, uma antecipação da intervenção. Na finalização, você deve dizer, de forma bem superficial, o que deve ser feito para mudar essa situação?
Mas você está indo bem! O repertório utilizado foi perfeito.

🌿 Desenvolvimento 2

Atualmente [,] é estudado a causa de existirem pessoas* cujo o gênero designado no nascimento é incongruente ao gênero com qual o cérebro percebe ser. [Tópico Frasal?] Pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) realizaram os primeiros estudos feitos na América Latina e [,] tanto neste estudo quanto em outros feitos pela Dra. Julie Bakker da Universidade de Liège na Bélgica, por exemplo**[,] comprovaram que o cérebro de pessoas trans se assemelha e se comporta de acordo com o gênero que se identifica. [Repertório] Ou seja, a identidade sexual é neurológica e a disforia de gênero é causada por uma incongruência na forma cujo corpo reage a sua identidade de gênero.[Explicação?]

📝 Correção:
*da existência de pessoas
** Acredito que o “por exemplo” foi desnecessário aqui.

Tópico Frasal ❓
Repertório ✔️
Explicação/Problematização ❓
Finalização ❔


💬 Comentários:

Adorei o seu repertório! O uso de estudos científicos para explicar que o organismo de pessoas trans se comporta como o gênero com o qual ela se identifica, e não com o que lhe foi designado ao nascer, torna sua argumentação muito convincente. Porém, ainda falta alguma coisa para tornar seu desenvolvimento ainda melhor.
Como no anterior, você acrescentou várias informações e não deu sua opinião. O modo que você escreve é como se o leitor já soubesse de tudo que ocorre com as pessoas trans no Brasil. Falta novamente uma explicação mais aprofundada.
Você poderia, por exemplo, ter dito que, embora seja comprovado cientificamente que a identidade sexual é neurológica, muitos ainda acreditam que somente o órgão reprodutor define o gênero do indivíduo. A partir disso, poderia ter falado mais uma vez sobre a falta de informação e ignorância como fatores para a transfobia, e etc.

🌿 Conclusão

Fica claro para todos aqueles que se recusam usar o véu* da ignorância e negacionismo que a existência da comunidade trans é algo natural que vem** sendo descoberta e explorada por séculos. Há registro de pessoas que não se sentiam confortáveis em seus corpos, [aqui não tem vírgula] muitos anos antes de Cristo, vale a pena ressaltar que [,] antes mesmo das definições cisgêneras serem implantadas na sociedade, temos conhecimento de civilizações que contemplavam gêneros além do feminino e masculino, —*** Portanto [,] podemos afirmar que a transexualidade é algo histórico e inerente ao ser humano e*** nega-lá**** é anticientífico.

📝 Correção

* “para todos aqueles que se recusam usar o véu da ignorância e do negacionismo” Como assim? Esses não seriam os que são a favor da existência de pessoas trans, já que se recusam a usar o véu da ignorância e do negacionismo?
**vêm
*** Putz, não entendi o uso do travessão aqui. É um erro de digitação?
****negá-la

Agente ❌
Ação ❌
Modo ❌
Detalhamento ❌
Finalidade ❌
Finalização ❌


💬 Comentários:

Você escreve muito bem, adorei esse parágrafo, mas não é bem assim que funciona a conclusão.
Lembre que nesse parágrafo você deve apresentar uma ou mais intervenções para resolver o problema.

O que deve ser resolvido?
Quem deve resolver? (órgão público, Estado, família, sociedade, igreja...)
O que deve ser feito para resolver o problema?
Por meio de qual artifício?
Explique mais sobre o que deve ser feito.
Para que deve ser feito?


Não argumente na conclusão. Aqui, você deve dizer apenas a solução do problema. Esse parágrafo se encaixaria melhor em um dos desenvolvimentos, pois você conseguiu explicar melhor e apresentar sua opinião sobre, além de fechar com uma frase de efeito bem interessante.

🌱

Bem, acho que é isso! A nota que eu daria seria por volta de 700, 750...

Eu gostei da forma que você escreve, dos seus repertórios e ideias, porém, a sua redação não se encaixa bem no modelo exigido pelo Enem. Irei deixar um link do meu vídeo preferido sobre como elaborar uma redação no modelo Enem, pode te ajudar bastante.

Se não concordar com algo que eu disse, pode me mandar uma mensagem ou dizer por aqui mesmo, okay?
Espero que tenha gostado e que eu tenha te ajudado! Se precisar, é só me mandar uma MP ou me marcar. Até mais 💓💓💓
#70375
Mais uma coisa que eu esqueci de falar durante a correção: tente não demonstrar um viés político ou ideológico na redação.
A parte "escrituras ditas sagradas" pode dar a entender que está se referindo a Bíblia de um modo meio debochado (não sei se é a palavra certa). E a parte que diz "de caráter direitista", também demonstra um caráter político na redação.
Além disso, recomendo você usar repertórios que sustentem os argumentos citados na introdução, no caso, o fato da ignorância dificultar a vida de pessoas trans.
.
#70404
Oi @nickxry, tudo bom? Muuuuito obrigado pela sua correção! Realmente falta pontos importantíssimos para serem implementados, já anotei tudo.
Na parte onde eu escrevi "escrituras ditas sagradas" não foi com a intenção de deboche. Mas acontece que para algumas pessoas é considerado sagrado e para outras não. Um judeu não considera sagrado as escrituras católicas, e um umbandista também não. Só é considerado sagrado para quem acredita que é.
Irei tomar cuidado na forma de escrita na próxima vez!
Obrigado pela correção, conte comigo para o que precisar.

JoaoPedro72 , qual dica você me daria para[…]

Sua redação ficou muito boa, mas pec[…]

Seu texto ficou muito bom, mas busque entender sob[…]

1-poucos erros gramaticais, você escreve b[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM