Avatar do usuário
Por EmyLee
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#119587
O deslocamento é um hábito de todo ser vivo, inclusive do ser humano. De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, o homem tem o direito de locomoção, sendo também citado dentro da "Constituição Cidadã" como um dos direitos fundamentais. Entretanto, com a falta de pavimentação e o aumento do congestionamento, tornou-se um desafio o cumprimento deste direito na vida dos cidadãos, sendo de grande relevância o aprofundamento desses tópicos.
É notório que a mobilidade urbana tem como principal modelo o uso dos meios de transporte. Contudo, o mesmo vem acompanhado do problema dos congestionamentos pela sua elevada preferência. Na animação "Pateta no trânsito" criada pela Disney traz uma determinada cena sobre o aumento do estresse e a intolerância entre os indivíduos. Observa-se, então, que o aumento do estresse e a intolerância causado pelo congestionamento na cena são algumas das principais consequências desse desafio.
É importante destacar a falta de pavimentação como outra dificuldade de locomoção e violação dos direitos humanos. De acordo com pesquisas apontadas pela CNT, somente 12,4% das vias são pavimentadas. Destarte, este fato traz dificuldades de locomoção e perda significativa de tempo para aqueles que passam por essas ruas não pavimentadas, dificultando, por exemplo, o cumprimento de horário do trabalhador. Este é, portanto, um problema não descartável e de relevância da mobilidade urbana.
Diante de tais problemas, infere-se a necessidade de alternativas para uma melhor mobilidade urbana na sociedade brasileira. Logo, cabe ao Estado -com destaque dos municípios- a pavimentação das outras 87,6% vias pendentes e, através das mídias sociais, a conscientização do uso dos meios de transporte mais eficientes e os seus benefícios, para que se torne possível o deslocamento acessível e que se cumpre com o direito fundamental mencionado.

@JoaoPedro72
@Grimes
@baja
oi, gostaria de pedir suas opiniões em relação ao meu texto, por favor. ficarei grata se puderem corrigi-la :D
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por Mylike
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#119603
Bom dia, vou analisar a sua redação ! :)

O impossível é somente um limite estabelecido pelas nossas próprias mentes! :)
1
Avatar do usuário
Por Mylike
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#119604
Tente desdobrar a sua argumentação, explique como ela ocorre, cite causas, consequências e exemplos, isso vai melhorar a parte argumentativa e deixar os seus parágrafos mais produtivos, senti a falta de conectivos nos inícios dos parágrafos, mas de resto a sua redação está muito boa ! :)

O impossível é somente um limite estabelecido pelas nossas próprias mentes! :)
1
Avatar do usuário
Por baja
Quantidade de postagens
#119656
A Declaração Universal dos Direitos Humanos estabelece que o ser humano tem o direito de locomoção, sendo esse, também, citado dentro da "Constituição Cidadã" como um dos direitos fundamentais. [/color]Analogamente, no Brasil, o cumprimento dessa garantia tornou-se um desafio, interferindo no cotidiano do cidadãos. Assim, percebe-se que a mobilidade urbana configura-se como um empicilho, em virtude da falta de pavimentação e do aumento do congestionamento, por exemplo.

Em primeira análise, nota-se o aumento do congestionamento como um complexo dificultador. Segundo Milton Santos, geógrafo brasileiro, o Brasil é um país, também, da mobilidade das pessoas. Entretanto, há uma realidade oposta no que se refere a mobilidade urbana, uma vez que essa é afetada pelos congestionamentos das grandes cidades. Logo, com o crescimento desses bloqueios nas áreas urbanas, a locomoção dos indivíduos nesses locais caracteriza-se como um problema.

Além disso, é importante destacar a falta de pavimentação como uma dificuldade de locomobilidade e violação dos direitos humanos. De acordo com pesquisas apontadas pela CNT, somente 12,4% das vias são pavimentadas. Destarte, este fato traz impasses no que tange ao deslocamento nessas regiões, o que resulta no desgaste de tempo para aqueles que passam por essas ruas. Portanto, é possível observar a mobilidade urbana como uma complicação na sociedade brasileira.

Diante de tais problemas, infere-se a necessidade de desenvolver medidas que ajam sobre o problema. Logo, cabe ao Ministério da Cidade e o Ministério da Infraestrutura, órgãos responsáveis pela manutenção das ruas e pelo desenvolvimento e administração da mobilidade urbana, desenvolverem políticas públicas que resolvam os problemas da pavimentação e, através das mídias sociais, divulgarem sobre os impasses da mobilidade urbana. A finalidade é gerar a conscientização do uso dos meios de transporte mais eficientes e os seus benefícios, para que haja o deslocamento acessível e o direito fundamental mencionado seja cumprido.

☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆

Verde: Uma introdução mais direto ao ponto e com repertório.
Rosa: Conectivos adicionados.
Amarelo: Relação do tema com o repertório utilizado.
Roxo: Terra com dois argumentos.
Azul: Argumentos citados na introdução.
Vermelho: Repertório legitimado.
Azul claro: Relação com o repertório.
Laranja: Fechamento de argumento.
Verde claro: Mais direto ao ponto e sem fugir.
Roxo claro: Agentes detalhados.
1
Avatar do usuário
Por baja
Quantidade de postagens
#119657
A Declaração Universal dos Direitos Humanos estabelece que o ser humano tem o direito de locomoção, sendo esse, também, citado dentro da "Constituição Cidadã" como um dos direitos fundamentais. Analogamenteno Brasil, o cumprimento dessa garantia tornou-se um desafio, interferindo no cotidiano do cidadãos. Assim, percebe-se que a mobilidade urbana configura-se como um empicilho, em virtude da falta de pavimentação e do aumento do congestionamento, por exemplo.

Em primeira análisenota-se o aumento do congestionamento como um complexo dificultador. Segundo Milton Santos, geógrafo brasileiro, o Brasil é um país, também, da mobilidade das pessoas. Entretanto, há uma realidade oposta no que se refere a mobilidade urbana, uma vez que essa é afetada pelos congestionamentos das grandes cidades. Logo, color=#FF8040]com o crescimento desses bloqueios nas áreas urbanas, a locomoção dos indivíduos nesses locais caracteriza-se como um problema.[/color]

Além dissoé importante destacar a falta de pavimentação como uma dificuldade de locomobilidade e violação dos direitos humanos. De acordo com pesquisas apontadas pela CNT, somente 12,4% das vias são pavimentadas. Destarte, este fato traz impasses no que tange ao deslocamento nessas regiões, o que resulta no desgaste de tempo para aqueles que passam por essas ruasPortanto, é possível observar a mobilidade urbana como uma complicação na sociedade brasileira.

Diante de tais problemas, infere-se a necessidade de desenvolver medidas que ajam sobre o problema. Logo, cabe ao Ministério da Cidade e o Ministério da Infraestrutura, órgãos responsáveis pela manutenção das ruas e pelo desenvolvimento e administração da mobilidade urbana, desenvolverem políticas públicas que resolvam os problemas da pavimentação e, através das mídias sociais, divulgarem sobre os impasses da mobilidade urbana. A finalidade é gerar a conscientização do uso dos meios de transporte mais eficientes e os seus benefícios, para que haja o deslocamento acessível e o direito fundamental mencionado seja cumprido.

☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆

Verde: Uma introdução mais direto ao ponto e com repertório.
Rosa: Conectivos adicionados.
Vinho: Relação do tema com o repertório utilizado.
Roxo: Tese com dois argumentos.
Azul: Argumentos citados na introdução.
Vermelho: Repertório legitimado.
Azul claro: Relação com o repertório.
Laranja: Fechamento de argumento.
Verde claro: Mais direto ao ponto e sem fugir.
Roxo claro: Agentes detalhados
0
Avatar do usuário
Por baja
Quantidade de postagens
#119658
A Declaração Universal dos Direitos Humanos estabelece que o ser humano tem o direito de locomoção, sendo esse, também, citado dentro da "Constituição Cidadã" como um dos direitos fundamentais. Analogamente, no Brasil, o cumprimento dessa garantia tornou-se um desafio, interferindo no cotidiano do cidadãos. Assim, percebe-se que a mobilidade urbana configura-se como um empicilho, em virtude da falta de pavimentação e do aumento do congestionamento, por exemplo.

Em primeira análise, nota-se o aumento do congestionamento como um complexo dificultador. Segundo Milton Santos, geógrafo brasileiro, o Brasil é um país, também, da mobilidade das pessoas. Entretanto, há uma realidade oposta no que se refere a mobilidade urbana, uma vez que essa é afetada pelos congestionamentos das grandes cidades. Logo, com o crescimento desses bloqueios nas áreas urbanas, a locomoção dos indivíduos nesses locais caracteriza-se como um problema.

Além disso, é importante destacar a falta de pavimentação como uma dificuldade de locomobilidade e violação dos direitos humanos. De acordo com pesquisas apontadas pela CNT, somente 12,4% das vias são pavimentadas. Destarte, este fato traz impasses no que tange ao deslocamento nessas regiões, o que resulta no desgaste de tempo para aqueles que passam por essas ruas. Portanto, é possível observar a mobilidade urbana como uma complicação na sociedade brasileira.

Diante de tais problemas, infere-se a necessidade de desenvolver medidas que ajam sobre o problema. Logo, cabe ao Ministério da Cidade e o Ministério da Infraestrutura, órgãos responsáveis pela manutenção das ruas e pelo desenvolvimento e administração da mobilidade urbana, desenvolverem políticas públicas que resolvam os problemas da pavimentação e, através das mídias sociais, divulgarem sobre os impasses da mobilidade urbana. A finalidade é gerar a conscientização do uso dos meios de transporte mais eficientes e os seus benefícios, para que haja o deslocamento acessível e o direito fundamental mencionado seja cumprido.

☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆

Fiz algumas alterações, mas não consegui explicar com as cores. Qualquer dúvida, me avisa.
0
Avatar do usuário
Por baja
Quantidade de postagens
#119787
Milton Santos, em seu texto "Cidadanias Mutiladas", defende que a democracia atinge a totalidade de sua eficácia quando os direitos sociais são igualmente desfrutados. Analogamente, a conjuntura hodierna brasileira deturpa tal garantia, uma vez que a violência contra a pessoa idosa é uma prática persistente. Sendo assim, convém analisar os principais motivadores dessa problemática: a negligência das leis e a base educacional lacunar.

Com efeito, é nítido que a inoperância legislativa repercute na precariedade da segurança e a plenitude dos idosos. A Constituição Federal de 1988 é a lei básica brasileira que busca garantir a integridade dos seres vivos e do ambiente em que estão inseridos. No entanto, essa legislação não tem sido suficiente no que se refere à questão da violência contra os idosos no Brasil, uma vez que o problema continua atuando fortemente no contexto atual. Assim, a lei sendo enfraquecida, dificulta-se a resolução desse impasse.

Outrossim, nota-se a falha no sistema de educação como outro fator que contribui para o problema. Para Kant, o ser humano é resultado da educação que teve. De acordo com essa perspectiva, se há um problema social, há como base uma lacuna educacional. No que tange ao impasse em questão, percebe-se a forte influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido seu papel no sentido de reverter o problema, pois não está trazendo às salas de aula conteúdos que ajam na resolução da questão.

Portanto, há a urgência em findar essa problemática notória na estrutura do Brasil. Para isso, é preciso que o MEC, em parceria com mídias de grande acesso, promovam a relevância sobre a importância da cessação da violência contra a pessoa idosa, por meio de palestras em escolas e criação de propagandas e vídeos que conscientizem e estimulem a extinção da violência contra a pessoa idosa. Logo, a violência contra a pessoa idosa será mitigada no Brasil do século XXI.

☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆▪︎▪︎☆☆

Nos argumentos você deu muitas voltas e acabou ficando confuso e desviando do tema. Citou cidadania e Paulo Freire, porém não soube relacionar bem com o tema e deixou o parágrafo com duas orações, deixando confuso.
Em relação as "palavras difíceis" que usou, não sei se foi muito necessário, porque acabou tirando o foco e não indo direto ao ponto.

Mas o seu texto tem muito potencial e em geral, está no caminho pra uma redação 1000.
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
184 Exibições
por marinna
0 Respostas 
103 Exibições
por raquel942
0 Respostas 
208 Exibições
por Thamires444
0 Respostas 
87 Exibições
por MayYasmin
0 Respostas 
60 Exibições
por lisley
0 Respostas 
56 Exibições
por Juseliton
0 Respostas 
39 Exibições
por Analice123
1 Respostas 
76 Exibições
por Placido
1 Respostas 
92 Exibições
por Gabhy
0 Respostas 
378 Exibições
por Higorvaz

Fiz essa redação semana passada! No[…]

Segurança pública

achei interessante o tema so achei o texto mito pe[…]

Segundo Carl Sagan, cientista planetário as[…]

teste

teste

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM