Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Saradantas
#57371
A série americana Orange is the New Black tematiza o sistema carcerário feminino na qual,as mulheres não têm perspectivas de integração à sociedade.Fora da ficção não se difere da realidade brasileira .Nesse viés, percebe-se a configuração de um grave problema no sistema prisional feminino em virtude da falta de investimentos e a dificuldade para ressocialização de detentas.
Evidentemente, a falta de investimento nas cadeias públicas potencializa, tal fragilidade do sistema carcerário ,atualmente as prisões femininas encontram-se superlotadas.Segundo Ministério da Justiça e Segurança Pública,referente a 2016 o país tem uma taxa de superlotação nas cadeias de 197,4%, o que significa que existe quase o dobro de detentos em relação ao número de vagas. básicos são ignoradas, como: absorvente, a maternidade, os cuidados específicos de saúde, entre outras particularidades femininas.
Além disso,a falta ressocialização intensifica as presas, no sentido de vir a cometer reincidência. Segundo Dráuzio Varella “Na verdade, a mesma sociedade que se queixa da vida ociosa dos presidiários e dos custos do sistema lhes nega acesso ao trabalho” , dessa maneira às presidiárias com tantos problemas, tais como desemprego, drogas, crimes, desestruturação familiar, e falta de escolaridade.fator que dificulta ainda mais a reinserção no mercado de trabalho,aumenta a probabilidade de reincidência das presas.
Logo, medidas públicas são necessárias para alterar esse cenário,assim sendo ,por meio de investimento nas cadeias para tratamento básicos através do Ministério da Saúde,colocando bases de saúde que atendam às particularidades femininas e que possam proporcionar uma experiência adequada a essas mulheres. e na ressocialização das presidiárias, dando a por meio de incentivo por parte de algumas entidades privadas, a dar oportunidade de trabalho e oferecer cursos profissionalizantes para as prisioneiras, para que essas mulheres tenham condições de ingressar no mercado de trabalho e não recorram ao tráfico .
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A constituição federal de 1988, docu[…]

Para a pensadora Hannah Arendt, "a essê[…]

"Eu não trabalhava, eu não sabi[…]

gostei muito da sua redação, s&oacut[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM