• Avatar do usuário
#13912
Pode-se atestar a relevância de segurança pública pelas constantes discussões que a questão tem suscitado. As falhas de agentes descapacitados da segurança pública é um entrave para uma boa impressão da população, já que causa sensação de insegurança e revolta da sociedade.
Inicialmente, é importante destacar que no Brasil vem acontecendo uma série de falhas por parte dos policiais, causando para a população sensação de insegurança. A Constituição Federal determina que é dever da segurança pública manter o bem-estar dos cidadãos. Mas na prática não é assim que funciona, agressões verbais e físicas, abuso de autoridade, corrupções por parte de alguns, que, consequentemente acarretam má impressão da sociedade. Com isso, faz sobrar pouco espaço para o diálogo e confiança dos cidadãos.
Vale frisar também que a falta de profissiobalismo de alguns policiais causam diversos conflitos, fazendo a população se revoltaram contra eles. Ataques aos policiais na internet, falta de respeito com as instituições, aumento da criminalidade, ameaças e mortes de policiais, causados pela má experiência, ou influência de alguém que já foi vítima de abusos de poder dos agentes descapacitados. Assim, pelo modo de agir dos agentes acaba gerando retrocesso político e social, além de revolta.
É evidente, portanto, que uma boa impressão da população é obstar a com os frequentes erros dos agentes da segurança pública, sendo necessária uma reflexão em conjunto para se se alcancar o diálogo. Isso pode ser por meio de discursos de conciliação, diálogo de aproximação para ambos entenderem o lado oposto. Com isso, a segurança pública será fortalecida e dará condições para uma boa vida em sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#18563
Ao se pensar a respeito da violência e da segurança pública, é possível afirmar que no decorrer de cada ano, continua aumentando a onda de crimes. Isso aponta para a necessidade de uma atuação mais eficaz por parte do Estado e uma maior participação da sociedade na tentativa de minimizar essa problemática.
O primeiro fator que deve ser analisado com relação à situação em questão são as causas da violência urbana e da criminalidade no Brasil, como a omissão estatal em relação aos direitos dos cidadãos, não os atendendo de forma adequada na área da saúde, alimentação, educação, transporte, moradia e lazer. Ademais, faz-se necessário atentar para a facilidade da aquisição de armas de fogo, que segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), cada 1% a mais de armamento nas cidades gera um aumento de homicídios em torno de 2%.
O segundo fator importante para a reflexão são os efeitos econômicos e pessoais da violência generalizada, sendo eles: a paralização de comércios, turismo e outras atividades econômicas; o Estado garante o atendimento às vítimas dos crimes para minimizar as consequências do ato criminoso; apesar do valor imensurável da vida humana, não há como negar que a morte interrompe o ciclo que ocorre com todo ser humano, que é o de produção e consumo, gerando prejuízo aos cofres públicos.
Além disso, ainda se pode pensar em possíveis políticas públicas para reduzir a violência e criminalidade no Brasil. Pode-se verificar um exemplo disso na reforma do sistema prisional e policial; no investimento, na estrutura, nos veículos, nos armamentos e no aumento do quadro de efetivos das polícias; prevenção, visando impedir a ocorrência do crime na origem, garantindo os direitos sociais
Assim, a necessidade apontada inicialmente se mostra ainda mais evidente em virtude dos dados indicados, pois é fundamental que se dê a devida importância a violência, pois o Brasil é o país mais ocorreram homicídios em 2015 e sendo o quinto mais populoso. Afinal, as políticas públicas mencionadas poderão minimizar ou até eliminar a criminalidade no país.
#18873
Segurança publica no Brasil
Tem como melhorar?

Em um trecho do poeta modernista Carlos Drummond diz que "No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho" e " a pedra" ou obstaculo na trajetória em melhorar a segurança publica no Brasil, que está longe de ser uma das melhores.
O tratamento dos policiais com a população precisa ser melhorado, pois, muitos policiais abusam de sua autoridade, a sua eficácia em resolver crimes urbanos também deve ser melhorada porque muitos delitos acabam impunes, a segurança dos cidadães em transportes públicos, a falta de infraestrutura nas ruas, como a falta de iluminação, o sistema carcerário o controle de armas e a educação para que menos jovens se tornem menor infrator que também é um problema que assola a sociedade.
O número de violência urbana, infelizmente, só se eleva, aumentando a falta de confiança da população com o estado, em uma pesquisa do (IPEA) revela que quanto maior o numero de armamento mais aumenta o numero de homicídio em 2015 o Brasil teve dados alarmantes de homicídio ultrapassando vários paises.
O estado deve investir em mais educação comportamental para que os policiais evitem ao maximo conflito com a população, principalmente quando ela está mais aflorada, aprimorar métodos para combater a violência urbana, investir em infraestrutura nas ruas, educação melhora no sistema carcerario controle de armas enfim... Há muitas tarefas serem feitas e "pedra no caminho", como diz um trecho do poeta modernista Carlos Drummond, mas com muita esforço e dedicação conseguiremos pular essas "pedras no caminho" e conasegui melhorar e aperfeiçoar nosso sistema de segurança publica até chegar a eficiência que o povo brasileiro merece.
#24012
A Constituição Federal de 1988 estabelece como responsabilidade do Estado a garantia da segurança pública do cidadão, assegurando assim o cumprimento do direito fundamental de ir e vir.
Em paradoxo a Carta Magna, é possível notar a insegurança mediante os fatos ocorridos no cotidiano. Os crimes estão cada vez mais presentes e crescendo de forma exponencial, a somatizacao do número crescente de jovens que entram no mundo do crime, aliado a falta de políticas públicas voltadas a ressocialização de detentos, compromete e sobrecarrega o bom funcionamento da segurança pública.
Os dados mostran que grande parte dos autores responsáveis por crimes violentos são jovens, negros da periferia. Isso é um reflexo histórico que ainda está enraizado desde o período pós abolicionista, no qual, negros marginalizados se recolhiam nas periferias sem pespectiva de vida, uma realidade que ainda é presente.
O sistema penitenciário brasileiro é o terceiro maior do mundo. Sistema esse com grandes falhas, que contribuem para a não recuperação dos presos e proporciona, na maioria das vezes, o recrutamento dos mesmos a facções criminosas, agindo como uma espécie de " escola do crime".
Com o aumento do número de jovens entrando no mundo do crime é o sucateamento das penitenciárias, é necessário um investimento, por parte dos Órgãos Públicos que possibilite a reintegração dos presos na sociedade, bem como políticas voltadas ao incentivo a cultura e educação aos jovens da periferia.

Nos dias atuais pelo menos no Brasil, o háb[…]

Segundo dados estatísticos do IBGE, idosos […]

Evasão escolar

Olá! Li sua redação e ela f[…]

Redação- invisibilidade e registro c[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM