Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#52753
A sociedade brasileira foi construída com ideais preconceituosos, estigmatizando o índio e o escravo, na idade contemporânea o preconceito se expande para a área da saúde, atingindo a pessoas que possuem transtornos e doenças mentais graves. Esta estigmatização dos portadores de doenças mentais pode agravar a situação, pois o individuo muitas vezes não encontra apoio na sociedade. Assim, cabe a análise acerca de causas, consequências e possível solução da problemática.
Em primeira análise, é importante ressaltar os fatores que possibilitaram o surgimento da problemática. A célebre frase do filósofo francês Pierre Levy "toda tecnologia cria seus excludentes" alerta para os perigos que podem surgir das redes sociais. Ao idealizar a vida perfeita e possibilitar o anonimato, as redes sociais são capazes de criar um sentimento de exclusão por parte do individuo, que é agravado ao sofrer ataques e ofensas dentro da rede. Sendo assim, o uso indevido das redes sociais por parte da população pode ferir gravemente a saúde mental dos usuários.
Além disso, vale também ressaltar os efeitos desse fenômeno. Segundo uma pesquisa publicada pelo jornal Folha de São Paulo, a depressão e outras doenças mentais geram grande prejuízo para a economia brasileira. O suicídio é o principal responsável, gerando um prejuízo que poderia ser evitado. Desse modo, é evidenciado o despreparo do estado em lidar com a saúde mental do trabalhador brasileiro.
Depreende-se, portanto, que o estigma associado ás doenças mentais precisa de mais atenção da sociedade brasileira, e deve ser combatido. As empresas de tecnologia, responsáveis pela saúde e segurança de sues usuários, devem promover um ambiente de discussão acerca das doenças e e transtornos mentais, por meio de postagens e vídeos sobre o assunto, além de monitorar ofensas e ataques dentro da rede.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#52801
@claudiojrrs, Deixo ao outro para atribuir nota.
Quero falar somente da introdução:
A sociedade brasileira foi construída com ideais preconceituosos, estigmatizando o índio e o escravo, na idade contemporânea o preconceito se expande para a área da saúde, atingindo a pessoas que possuem transtornos e doenças mentais graves. Esta estigmatização dos portadores de doenças mentais pode agravar a situação, pois o individuo muitas vezes não encontra apoio na sociedade. Assim, cabe a análise acerca de causas, consequências e possível solução da problemática.

O tema do enem definiu o que é estigma, seria ,portanto, uma cópia dos textos motivadores, anulando, possivelmente, uma linha da tua redação.

Adulterando:
"É notório que o quadro referente às doenças mentais esteja crescendo a níveis absurdos para o bem-estar social. Nesse viés, destaca-se como fatores da problemática X e Y."(1)

Fim. Simples e introdutório. Sim, eu praticamente excluí a tua redação kkkkk, mas é um belo exemplo dcomo uma introdução deve ser. Sendo assim, excluindo asneiras de passado,futuro e etc. Pode copiar este modelo de introdução e treinar com ele:
"É notório que X referente a U esteja crescendo a níveis absurdos, comprometendo,assim, o bem-estar social. Nesse...."

Com ele você é tipo "vou falar que o governo não dá assistência e qualquer outro.
Voce pode adotar um só argumento também, excluindo assim o "e Y"(1). Use esse modelo quando você está literalmente boiando no tema como esteve. Fim.

Vale ressaltar que não é ético adotar modelos de redações, assim estará cometendo um ato de automutilação,se assim preferir chamar. E é só.
#52853
A sociedade brasileira foi construída com ideais preconceituosos, estigmatizando o índio e o escravo. Na idade contemporânea o preconceito se expande para a área da saúde, atingindo a pessoas que possuem transtornos e doenças mentais graves. Esta estigmatização dos portadores de doenças mentais pode agravar a situação, pois o individuo muitas vezes não encontra apoio na sociedade. Assim, cabe a análise acerca de causas, consequências e possível solução da problemática. (Não vi problema na sua tese. Acredito que poderia ter sido mais original, pois isso fortaleceria seu projeto de texto, mas uma inspiração no texto motivador, sem cópia literal, não vai te prejudicar diretamente)
Em primeira análise, é importante ressaltar os fatores que possibilitaram o surgimento da problemática. A célebre frase do filósofo francês Pierre Levy "toda tecnologia cria seus excludentes" alerta para os perigos que podem surgir das redes sociais. Ao idealizar a vida perfeita e possibilitar o anonimato, as redes sociais são capazes de criar um sentimento nocivo de exclusão por parte do individuo, que é agravado ao sofrer ataques e ofensas dentro da rede. Sendo assim, o uso indevido das redes sociais por parte da população pode ferir gravemente a saúde mental dos usuários. Até aqui ok. Só recomendo demonstrar mais fortemente sua indignação e sua opinião, com mais adjetivos e advérbios, como mostrei em vermelho.
Além disso, vale também ressaltar os efeitos desse fenômeno. Segundo uma pesquisa publicada pelo jornal Folha de São Paulo, a depressão e outras doenças mentais geram grande prejuízo para a economia brasileira. O suicídio é o principal responsável, gerando um prejuízo que poderia ser evitado. Desse modo, é evidenciado o despreparo do estado em lidar com a saúde mental do trabalhador brasileiro.
Depreende-se, portanto, que o estigma associado às doenças mentais precisa de mais atenção da sociedade brasileira, e deve ser combatido. As empresas de tecnologia(agente), responsáveis pela saúde e segurança de seus usuários (detalhamento do agente), devem promover um ambiente de discussão acerca das doenças e e transtornos mentais (Ação), por meio de postagens e vídeos sobre o assunto (meio), além de monitorar ofensas e ataques dentro da rede. Boa conclusão, só faltou o objetivo, que você poderia ter colocado aqui no fim como um: "Objetiva-se, assim, a proteção da saúde mental dos brasileiros" ou alguma frase semelhante.

Vamos lá, gostei da sua redação. Lendo seu texto, eu vejo a estrutura argumentativa bem definida; é um texto intencional, mostra o esforço que você pôs em compreender a proposta Enem e organizar um estilo de dissertação, parabéns!
Pessoalmente, não achei que você tangenciou o tema. Ambos os parágrafos tem relação com o assunto; no máximo, acho que você pode perder 40 pontos por causa do segundo parágrafo, que falou um pouco menos sobre a saúde mental. Digo isso pois já fiz uma redação como a sua (um dos parágrafos falava pouco sobre o tema), e o corretor do meu cursinho tirou 40 pontos.

Do seu texto, só tenho uma impressão verdadeiramente negativa: o tamanho. Foram 2000 caracteres que você utilizou, mas, olhando as redações nota 1000, elas sempre tem mais que 2500. Eu entendo que às vezes nossa letra é grande e não cabe, mas o remédio é reduzir a caligrafia. Com esses outros 500 caracteres, você teria desenvolvido melhor o tema nos parágrafos, para afastar o medo de tangenciar, e também teria completado sua conclusão, que faltou 1 elemento.

Mas, de todo, belo texto! :D :D
#52878
@AhNaoAna, Uh, não sabia desses 2.500 caracteres. Com a minha letra, na folha de redação no enem, escrevo só 1.500 e pode apostar que faço 25 linhas no mínimo com essa medida. Na primeira vez que fiz enem fiquei tipo "Uai, como vou escrever tão pequeno ???" Tava com uma caneta bic e a redação saiu toda borrada porque eu não levanto a caneta, eu faço tipo uma pintura com espaços feitos pela própria caneta kkkkkkkkkkkkkk. Muito bom mesmo!
É isso, nesse ano levei uma Pilot e me dei bem, fiz mais ou menos 2.000 pq o tema não requeriu grande coisa e levantei a caneta e prestei mais atenção no tamanho. Confesso que a caligrafia me comeu bastante tempo nessa jogada >:v
Enfim, é uma informação bastante útil essa contagem de caracteres, confesso que não tinha percebido isso até hoje. No máximo a quantidade de linhas que eu tenho um padrão que é muito longo pra expor, introdução:6-7 linhas, desenvolvimentos 14-16, conclusão 5-8 e etc.
@claudiojrrs quanto ao seu texto reforço o que Ana disse, não houve problematização na introdução que faz um efeito dominó e preferi demonstrar como se faz uma introdução para depois sim tu adotar uma problematização e defende-la. É tipo"a introdução saiu errado ? Então todo o resto também esta,nem tente" . Boa sorte nessa ambição aos dois e fim :v
#52888
@XxDamastco, sim, essa dica dos 2500 caracteres me ajudou muito também, e eu só aprendi isso depois de começar a corrigir por aqui :lol: .
Fui nesse site aí e em outros, copiando e colando aqui na caixa de comentários, para ver a quantidade de caracteres de cada redação e fiquei besta com o tamanho dos textos. Cheguei a ver redação de 4000 caracteres, a letra miudíssima kkk

https://g1.globo.com/educacao/enem/2020 ... exto.ghtml
A violência no Brasil

A violência no Brasil está aumentando[…]

A sociedade e a polícia sempre apresentaram[…]

Um conselho para você, estudante

Jeniffeeee , ke isso, a opinião de qualque[…]

Jeniffeeee oi, poderia dar uma olhada?

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM