Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#50565
Iniciada no século XVIII, a Revolução Industrial foi um importante movimento que marcou a história com o surgimento de novas tecnologias a fim de aprimorar a vida da população em geral, trazendo então, a internet e outros meios de comunicação ao mundo hodierno. Entretanto, há uma parcela do grandioso número de usuários que sofre com as consequências da constante execução da rede, assim como os malefícios à saúde mental. Dentre muitas razões, destacam-se o excesso de informações trazidas pelo ambiente virtual e a preocupação da imagem própria como os principais ocasionadores do problema.
Em primeiro lugar, deve-se ressaltar o acúmulo de dados presente nas plataformas digitais como gerador dos prejuízos mentais dos utentes. Nesse sentido, a disposição de materiais - tanto verdadeiros quanto as famosas "fake news" - invadem o ciberespaço e principalmente, a mentalidade daqueles que usufruem das redes. Desse modo, constata-se que a alcançabilidade das informações enviadas e recebidas a todo o tempo torna-se uma tarefa desgastante a alguns indivíduos, visto que o acesso a elas sem passar por um processo de reflexão interna, ao invés de contribuir pode debilitar o senso crítico dos sujeitos.
Ademais, é de suma importância apontar o receio da representação de si mesmo ao cenário tecnológico como impulsionador da ausência de bem-estar psíquico. Nessa lógica, a concordância com os padrões que a sociedade impõe e a falsa realidade contextualizada na esfera eletrônica, demonstrada especialmente por pessoas influentes digitalmente, pode desencadear uma série de transtornos, tais como a baixa autoestima, a ansiedade e a depressão. De maneira análoga ao trecho "No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho", do poeta modernista Carlos Drummond de Andrade, vê-se que a adversidade apresentada configura-se como um obstáculo na vida de muitos cidadãos.
Os efeitos à saúde mental advindas da tecnologia são, portanto, um empecilho que precisa ser combatido no Brasil. Logo, o Ministério da Saúde, enquanto responsável pela assistência ao bem-estar dos brasileiros, deve promover palestras e consultas psicológicas gratuitas, por intermédio de verbas governamentais, com o fito de oferecer uma alternativa de prevenção e tratamento dos casos de insanidade intelectual. Dessa forma, amenizará os índices de distúrbios psíquicos vigentes na população brasileira e, somente assim, a tecnologia deixará de ser uma pedra no caminho do desenvolvimento mental dos brasilienses.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O artigo 1º da Declaração Unive[…]

O século XXI é marcado por diversos […]

A Declaração Universal dos Direitos […]

A insatisfação das pessoas com o pr&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM