Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#46085
Com o desenvolvimento da terceira Revolução Industrial, muitas tecnologias foram apresentadas. No entanto, essas inovações podem separar várias pessoas de classes sociais diferentes, Sendo que tal segregação pode ser ocasionada pela falta de uma legislação específica como também por uma deficiência no sistema educacional. Nesse sentido, cabe discutir e adequar possíveis alternativas para atenuar essas contingências na sociedade.

Em primeira análise, é notável que a carência de uma lei adequada para diminuir a disparidade entre indivíduos que não tem acesso a meios tecnológicos, tais como a internet gera um problema, Já que o Brasil é um dos países mais desiguais economicamente e com isso as classes médias e altas são mais conectadas a tais mecanismos. Assim é memorável a criação de um conjunto de obrigatoriedades para reduzir essa discrepância que de acordo com o IBGE ultrapassa a porcentagem de 20% da população infantil e adulta.

Ademais, uma falha na estrutura escolar corrobora para a desproporção técnica e isso causa um problema, Uma vez que bastante pessoas não são instruídas de como utilizar objetos eletrônicos como também sites e redes sociais, Sendo assim essa minoria necessita do auxílio da entidade detentora do poder de educar, e caso essa entidade tenha a lacuna de tal ensinamento esses cidadãos ficam excluídos da comunidade globalizada. Visto isso, o filósofo, Epicteto diz que ''só a educação liberta''. Por isso cabe ás instituições sociais cobrar para o alcance de tal progresso.

Portanto, medidas devem ser tomadas para resolver os impasses. O Estado, que é possuidor do atributo administrativo, atrelando-se ao poder legislativo, deveria criar um conjunto de deveres, que tornasse obrigatório a instalação de pontos com Wi-Fi gratuita em regiões periféricas. Desse modo, faria da tecnologia um fator de inclusão. Além disso, ONGs, que têm o papel de informar e incluir socialmente, encargariam de pressionar o Ministério da Educação através de abaixo-assinados em redes sociais, exigindo investimento didático e científico nas classes de ensino, por conseguinte conteria essa omissão e alcançaria a ascensão. Dessa maneira, se afastaria do dado do principal órgão de estatística brasileiro.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Geralcinoj , obrigadaaa pelas instruç&oti[…]

joanavitoria Geralcinoj jherodrigues Bre[…]

A revolta da vacina, 1904, foi um manifesto de est[…]

A Leitura, está se tornando um aspecto fund[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM