Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#38771
O documentário “O Preço do Progresso - A Epidemia do Tabaco” mostra como a indústria tabagista, através da mídia, persuadiu homens, mulheres e jovens a usarem seus produtos ao longo do século XX. Entretanto, mesmo após a proibição das propagandas de cigarro, o tabagismo ainda é um grave problema no Brasil, seja pelos danos à saúde, seja pelos prejuízos à economia do país.

Em primeiro plano, é imperioso pontuar os riscos ao bem-estar do indivíduo como a principal consequência do ato de fumar. Isso ocorre, principalmente, porque o cigarro é constituído de várias substâncias tóxicas e cancerígenas prejudiciais ao ser humano. Segundo o Doutor Drauzio Varella, o consumo de tabaco pode desencadear diversos males sobre o sistema respiratório e cardíaco, podendo causar câncer de pulmão e de boca. Sob esta perspectiva, compreende-se o quão perigoso é este hábito. Logo, é substancial a mudança desse quadro.

Outrossim, evidencia-se, por parte desse obstáculo na saúde, um impacto econômico. Conforme o site G1, o Brasil gasta anualmente quase 57 bilhões de reais com as despesas médicas causadas pelo tabagismo. Sob este viés, nota-se que os problemas advindos do consumo deste produto mortal não se restringem apenas ao individual, mas as consequências alcançam toda a sociedade, haja vista que um déficit econômico pode trazer prejuízos aos demais setores do tecido social. Assim, é inaceitável que essa situação perdure.

Portanto, medidas são necessárias para garantir a todos uma saúde de qualidade. É dever do Ministério da Saúde, através do Sistema Único de Saúde, desenvolver um plano de reabilitação para fumantes de forma gratuita, contando com a participação de médicos e psicólogos nos postos de saúde, além disso, o mesmo Ministério, junto da mídia, deve promover campanhas anti-fumo nas redes sociais e programas de TV por meio de diálogos que sensibilize a população, objetivando com essas duas ações prevenir e remediar o problema. Dessa forma, a “epidemia do tabaco” será gradativamente reduzida e assim poderemos desfrutar de uma sociedade melhor e mais saudável.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Segundo dados do Ministério da Saúde[…]

Taissa19 , claroo :D De acordo com o Artigo 1&[…]

Estética e Saúde

A busca pelo corpo perfeito é um ideal que […]

Direitos humanos e a vida digna

A partir do mercantilismo, houve, consequentemente[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM