• Avatar do usuário
#74507
"Se os governadores não construírem escolas,em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios". Ao expelir essa frase,o antropólogo Darcy Ribeiro revela uma ideia otimista para os dias atuais: investimentos no sistema prisional. No Brasil,contrariando a visão do antropólogo,grande parte das unidades prisíonais se encontram sucateadas,agregando a desvalorização da vida dos detentos,tanto fora,quanto atrás das grades.
Primeiramente,ressalta-se que a má distribuição dos detentos por unidades é uma das principais causas dos problemas no sistema. A falta de presídios em cidades metropolitadas,ou daquelas que estão nesse processo,desencadeia a lotação dos mesmos pertencentes a cidades vizinhas,fazendo ultrapassarem o limite de acomodação máxima de detentos por cela. Como resultado,esse agrupamento desproporcional torna a vivência no local menos digna e harmoniosa,potencializando discussões entre os presídiarios,que podem evoluir a piores cenários,como retratado no filme brasileiro "Carandiru",baseado em fatos reais.
Outrossim,paralelamente ao problema de lotação das celas,enfrenta-se o desafio de manter aqueles que saem fora delas. Passar pelo cárcere traz aos infratores diversos problemas pessoais na sociedade,principalmente quanto a suas recolocações no mercado de trabalho,que,por falta de êxito,podem levá-los novamente a criminalidade e ao processo prisional. Desenvolver atividades educacionais e capacitadoras dentro do cárcere,como cursos preparatórios para o Enem PPL,são fundamentais para evitar essa repetição,proporcionar aos detentos novas perspectivas de vida e,consequentemente,diminuir os índices de criminalidade nas regiões.
Depreende-se,portanto,a necessidade de investimentos no sistema prisíonal,visando impactos sociais positivos. Logo,os Governos Estaduais devem promover,através do levantamento de dados e estatísticas,construções de presídios nas cidades que apresentarem altos índices de criminalidade,e firmar,paralelamente,parcerias com o segundo setor que possam beneficiar estes e outros centros prisíonais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Anabia15 , PFVRR CORRIGE MINHA REDAÇ&Atild[…]

Olá, thayolivb . Aqui está a corre&[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/combate-ao-a[…]

GabrielFelix obg💕

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM