Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#50216
Na obra pré-modernista "Triste fim de Policarpo Quaresma", do escritor Lima Barreto, o major Quaresma, grande admirador da pátria, acredita que se superados alguns desafios o Brasil alcançaria o patamar de nação desenvolvida. Hodiernamente, o país ainda enfrenta uma série de problemas, dentre eles a deficiência do sistema carcerário brasileiro. Nessa perspectiva, a superlotação e o mau investimento corroboram para tal problemática.
Em primeiro plano, é importante reconhecer que a superlotação é um fator determinante para a falha do sistema carcerário. Segundo dados de 2017 da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil tornou-se a 3° maior população carcerária do mundo, com prisões lotadas. Consequentemente, a proliferação de doenças são facilitadas nessa situação e estima-se que cerca de 20% dos presos são portadores do HIV. Dessa maneira, é notório que haja uma solução para esse contratempo.
Ademais, outro fator encontrado é o mau investimento, do qual está associado ao problema. Nesse contexto, Nelson Mandela destaca que "A educação é a arma mais poderosa para mudar o mundo." Diante desse cenário, o pensamento do líder africano encontra-se distante da realidade brasileira, visto que é investido 20 bilhões de reais por ano para construção de novas prisões ao invés de escolas. Logo, é inadmissível que esse quadro continue a perdurar.
Portanto, indubitavelmente, medidas são necessárias para combater a falha do sistema carcerário brasileiro. Para isso, cabe ao governo em parceria com o Ministério da Educação incentivar maiores investimentos na educação brasileiro, por meio de oficinas educacionais - a fim de evitar a criação de criminosos e promover a construção de cidadãos instruídos. Desse modo, a utopia pregada pelo major Quaresma poderá ser comparada com a realidade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Já faz alguns anos que a reduç&atild[…]

O estigma da saúde mental

Transtornos psicológicos Com freq[…]

atualmente, é difícil estabelecer co[…]

Nas últimas décadas a sociedade tem […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM