• Avatar do usuário
#77589
Na série da Netflix "Young Royals", é retratado em algumas cenas jovens utilizando medicamentos sem prescrição médica. Fora da ficção, essas atitudes se tornam cada dia mais presentes no cotidiano dos brasileiros, especialmente em tempos de pandemia. Diante dessa perspectiva, cumpre observar que a disseminação de notícias falsas e a inércia do aparelho estatal contribuem para a continuação desse cenário.
Primeiramente, é válido ressaltar que o principal obstáculo para o uso adequado dos medicamentos são as notícias falsas acerca de remédios e receitas caseiras. Nesse sentido, a problemática da Cibercondria, prática que leva o indivíduo a realizar um autodiagnóstico da sua saúde com ajuda da "Internet", pode acarretar o agravamento de uma doença, podendo até mesmo causar intoxicação em alto nível. Desse modo, o uso incorreto de medicamentos pode trazer diversos malefícios e, até levar à morte.
Além disso, um outro fator a ser discutido é a falta de rigor nas fiscalizações em farmácias por parte do Estado, visto que há uma enorme facilidade de acessar medicamentos potencialmente perigosos, já que muitas vezes são vendidos sem a necessidade de apresentar receitas médicas. Segundo dados do Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas da Fiocruz, em 2015, foram registrados mais de 24 mil casos de intoxicação por agentes farmacológicos, sendo esta, a primeira causa dos envenenamentos no Brasil.
Dessa forma, recai ao Estado por meio do Ministério da Saúde, elaborar campanhas a fim de orientar e conscientizar sobre os perigos da automedicação, além de estimular investimentos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a fim de aprimorar a estrutura de fiscalização às drogarias em todo país. Por outro lado, a Mídia tem um papel essencial de promover campanhas contra a disseminação de notícias falsas, tornando a sociedade consciente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Anabia15 , PFVRR CORRIGE MINHA REDAÇ&Atild[…]

Olá, thayolivb . Aqui está a corre&[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/combate-ao-a[…]

GabrielFelix obg💕

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM