Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#40080
Na série Prison Break é narrada a história do T-Bag, o qual sofria agressões físicas e mentais dentro da prisão, e não somente isso, como também adquiriu doença no trato respiratório. Fora da ficção, é nítido que dentro dos presídios Brasileiros esses acometimentos são recorrentes, uma vez que os detentos sofrem fisicamente e psicologicamente, e o contágio de doenças respiratórias tem aumentado dentro dos cárceres. Logo, são necessárias medidas para resolver esse tal impasse que tem como causa a precariedade das celas e que traz muitas consequências, sendo uma delas os abusos e agressões cometidas por agentes e policiais.

Em primeiro lugar, é importante destacar que, a precariedade das celas como a falta de manutenção é a principal causa dessa problemática. Segundo o artigo 5 da lei te execução penal “ A falta de manutenção do encarceramento de um preso prejudicará o estado deplorável de saúde e também o seu caráter ressocializador”. Nessa perspectiva, é evidente que o indivíduo que vai para a prisão com a sua saúde 100% e de lá sai com doenças devido a mofos, tem o seu papel ressocializador não eficaz, porquanto além da discriminação da sociedade civil por ser um ex detento e ainda com doenças, é o que leva o indivíduo a cometer mais crimes por não ter escolhas.

Ademais, os abusos e agressões cometidas por agentes e policiais têm aumentado. Haja vista o caso do “ Massacre” do Carandiru, em São Paulo no ano de 1992, no qual oficialmente foram executados 111 presos . Nesse sentido, esse acontecimento histórico é visto na atualidade pela desqualificação e despreparo desses agentes de segurança que fazem conter os motins e rebeliões somente por meio da violência. Dessa forma, a superlotação e precariedades carcerárias são fatores para tal episódio.

Portanto, torna-se necessário e urgente combater esse problema. Para isso, o Conselho Nacional penitenciário juntamente com o poder judiciário,deverá, reformar as penitenciárias e promover palestras, não só restritamente aos presos, mas a toda a sociedade civil, durante o período de banho de sol, para que os encarcerados e a sociedade vejam a importância da não discriminação e o real valor da pessoa humana que deve ser respeitado segundo o 5 artigo da Constituição Federal 88, para que os encarcerados não voltem a cometer mais delitos e a sociedade e o Estado abrindo novas oportunidades. Assim, não teremos mais aquela cena do T-Bag da série Prison Break e nem ao Massacre que ocorreu no Carandiru em São Paulo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#40648
@ThaisR

Erros
Correção dos erros
Comentários

Introdução
Na série "Prison Break" (Use aspas) é narrada a história do T-Bag, o qual sofria agressões físicas e mentais dentro da prisão, e não somente isso, como também adquiriu doença no trato respiratório. Fora da ficção, é nítido que dentro dos presídios Bbrasileiros esses acometimentos são recorrentes, uma vez que os detentos sofrem fisicamente e psicologicamente, e o contágio de doenças respiratórias tem aumentado dentro dos cárceres. Logo, são necessárias medidas para resolver esse tal impasse que tem como causa a precariedade das celas e que traz muitas consequências, sendo uma delas os abusos e agressões cometidas por agentes e policiais.
Boa introdução. Possui repertório, problematização e tese!

Desenvolvimento 1
Em primeiro lugar, é importante destacar que, a precariedade das celas como a falta de manutenção é a principal causa dessa problemática. Segundo o artigo 5° da lei te de execução penal “ A falta de manutenção do encarceramento de um preso prejudicará o estado deplorável de saúde e também o seu caráter ressocializador”. Nessa perspectiva, é evidente que o indivíduo que vai para a prisão com a sua saúde 100% e de lá sai com doenças devido a mofos ("micro-organismos patogênicos presentes no local de reclusão" ficaria melhor), tem o seu papel ressocializador não eficaz, porquanto além da discriminação da sociedade civil por ser um ex detento e ainda com doenças, é o que leva o indivíduo a cometer mais crimes por não ter escolhas.
Seu parágrafo é bem organizado, sua argumentação é boa. Não tenho muito o que falar, mas cuidado ao utilizar algumas palavras, tente elaborar alguns trechos melhor!

Desenvolvimento 2
Ademais, os abusos e agressões cometidas por agentes e policiais têm aumentado. Haja vista o caso do “ Massacre” do Carandiru, em São Paulo no ano de 1992, no qual oficialmente foram executados 111 presos . Nesse sentido, esse acontecimento histórico é visto na atualidade pela desqualificação e despreparo desses agentes de segurança que fazem conter os motins mutirões e rebeliões somente por meio da violência. Dessa forma, a superlotação e precariedades carcerárias são fatores para tal episódio.
Bom desenvolvimento também, bem organizado e sua argumentação a meu ver está boa. Não tenho muito o que falar!

Conclusão
Portanto, torna-se necessário e urgente combater esse problema. Para isso, o Conselho Nacional penitenciário juntamente com o poder judiciário (AGENTE), deverá, reformar as penitenciárias e promover palestras (AÇÃO), não só restritamente aos presos, mas a toda a sociedade civil, durante o período de banho de sol (DETALHAMENTO), para que os encarcerados e a sociedade vejam a importância da não discriminação e o real valor da pessoa humana que deve ser respeitado segundo o 5° artigo da Constituição Federal de 1988, para que os encarcerados não voltem a cometer mais delitos e a sociedade e o Estado abrindo abra novas oportunidades (EFEITO/FINALIDADE). Assim, não teremos (Seja impessoal. Não use primeira pessoa) mais aquela cena do T-Bag da série Prison Break e nem ao Massacre que ocorreu no Carandiru em São Paulo.
Sua proposta de intervenção está incompleta, pois falta o meio/modo. 160 na C5!

É isso, seu texto está bom, mas melhore nesses quesitos que chamei atenção. Espero ter ajudado, princesa. Bons estudos!
Igualdade racial no Brasil

p.s ignorem o "sofrida" no D1 kkkkkk

Saúde Mental no século XXI

A série original da Netflix “Black Mi[…]

O Racismo no Brasil

O artigo 5° , da C onstituição[…]

A Declaração Universal dos Direitos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM