Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por yukiyasmin
#55029
No livro "Estação Carandiru", Drauzio Varella esteve inicialmente na cadeia com uma campanha sobre o risco da doença AIDS. Ademais se sentiu aterrorizado desde o início que pisou os pés naquele lugar, em virtude também de estar rodeado de todos os tipos de bandidos, assassinos e estupradores. Além de que, outro fator sem dúvidas era de estar sem sua liberdade, que em meio a esse espaço é duvidoso se sentir com a mesma. Mas essa questão e a restrição do espaço não são somente os principais assuntos a serem destacados em meio à um caos.
A ressocialização com certeza é um ponto colocado em grande destaque, já que pretendem colocar o ser humano de volta à sociedade. Entretanto, não é o que acontece já que no Brasil poderiam ser chamadas até mesmo de "Escolas do Crimes", já que saem de uma maneira pior do que quando entrou. Certamente o sistema é falho, já que quem se domina não são os superiores que deveriam, mas sim as próprias gangues ou em si o próprio crime. Existindo assim, revoltas com o intuito de demonstrar a autoridade em princípio e a indignação de como são tratados de maneira contrária que na visão deles, é algo absurdo.
Trabalhos dentro das prisões são disponibilizados para assim reduzir a pena, de forma que também acreditam na capacidade de reformação dos prisioneiros. Portanto se tivesse ocorrido uma educação correta desde o início, com auxílio do governo, nada disso teria de ser colocado. Bem como muitos enxergam de forma normal, a cadeia como seu lar colocando em pauta o desinteresse e a desvalorização sobre o ponto da ressocialização. Facilmente se destaca assim, a falta de apoio não apenas em sua situação presente, ademais como desde o seu passado.
Portanto, sem dúvidas a educação é um ponto extremamente necessário na vida de qualquer ser humano desde o momento em que se encontra ao mundo, à sociedade. A fim de que, um estudo não se vê apenas como ir à uma escola, mas sim formar o seu futuro de forma consciente de que não é algo a ser desperdiçado e sim aproveitado. Precisa-se assim, ter a valorização e assistência por parte do governo, que por si deve ser uma obrigação e não algo a ser colocado ou questionado sobre. Desse modo, não se trata apenas de esvaziar celas, mas sim preencher futuros e salvá-los de maneira que colabore com todos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Quanto tempo, Jeniffeeee ! Fico feliz por te ver […]

Feminicídio termo utilizado para denominar […]

É um direito do ser humano viver em uma mor[…]

O que a sociedade aprendeu com a pandemia? O mome[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM