Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57877
No Brasil, o sistema carcerário tem como objetivo principal punir, recuperar e ressocializar aquele indivíduo que cometeu um crime. Porém, esse conceito não é coerente com a realidade, de forma que, ao analisar as penas impostas aos detentos, observa-se que esse sistema serve para negligenciar os maus tratos sofridos aos condenados à recuperá-los e ressocializá-los. Esse fator se dá por meio da superlotação dos presídios, precariedade e condições insalubres.
Dessa maneira, vê-se a incoerência quando se recorre à LEP (Lei de Execução Penal), em que, nesta, o artigo 88 é claro em relação às acomodações dos presos: "O condenado será alojado em cela individual que conterá dormitório, aparelho sanitário e lavatório". Entretanto, as celas individuais são apenas para políticos e autoridades. A maioria dos detentos estão em uma cela coletiva, conseguindo ultrapassar até de quarenta condenados, passando dos limites de acomodação e de sobrevivência.
Similarmente, destaca-se que de acordo com o site G1, o Brasil ocupa a terceira posição no ranking das maiores populações carcerárias a nível mundial. Por consequência da superlotação das celas, precariedade e insalubridade, as prisões se tornam um local propício para a proliferação de epidemias e doenças, além de não haver tratamento médico na maioria das prisões. De acordo com o site O Globo: "Entre 2014 e 2017 pelo menos 6.368 homens e mulheres morreram sob a custódia do Estado, seja por doenças que infestam as penitenciárias, homicídios ou suicídios", tendo em média mais de quatro mortes por dia nas prisões brasileiras.
Portanto, torna-se evidente a necessidade de coerência com o principal objetivo do sistema carcerário: Recuperar e ressocializar o detento. Cabe ao Ministério da Justiça, melhorar a infraestrutura, a limpeza e higiene, por meio da implementação de mais aparelhos sanitários e a instalação de uma equipe de saúde disponível aos detentos com medicações e exames. Ademais, cabe a esse Ministério a construção de mais presídios, a fim de impedir a superlotação das celas.



Obrigada desde já pela correção e pelo seu tempo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A Prática do Bullying tem si tornado cada v[…]

No que se refere à democratizaç&atil[…]

Violência Naturalizada O desvalor, e […]

Em pleno século XXI transtornos mentais &ea[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM