Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#42754
Se por Sartre somos condenados a ser livres, como pode em sociedade ser privado desta? Quando então condenamos alguém à perda de sua liberdade, também já assumimos que antes não havia total liberdade de seus atos, viabiliza-se portanto a condição de reabilitação e reinserção de um indivíduo na sociedade, condição esta que deveria ser a realidade dos presídios brasileiros, mas que explicitamente demonstra graves erros de execução.

O sistema carcerário brasileiro é atualmente manchado pela imagem de superlotação e condições desumanas. Em primeiro caso, presos em aguardo de julgamentos são cenas comuns e que podem chegar a residir meses, quiçá anos em penitência antes de ter de fato sua sentença. Em segundo, o sistema peca gravemente em todos os aspectos de qualidade, desde a condição de vida dos presidiários, a qualidade da segurança e até a função de atuar como um reformatório social que deveria promover a condição do indivíduo de se readaptar a sociedade, funcionando atualmente apenas como um agravador da condição de infração.

A neuropsicologia moderna já consegue identificar transtornos antissociais em infratores de crimes hediondos - especialmente homicídios e estupros - com precisão suficiente para incluí-los em tratamento intensivo e eficaz, de fato, não existe cura para transtornos dessa natureza, entretanto, há uma eficiência no controle de sintomas que capacitam o indivíduo a conviver, mas a sociedade em si segue um critério punitivo onde o infrator deve ser punido sem avaliar suas condições mas puramente o ato, de forma fria, nosso sistema atual cria e amplifica potenciais infratores e remove todas as necessidades de tratamento que um "psicopata" necessita, agravando para casos de crises de transtorno antissocial (TPAS) severas.

Torna-se visível a urgência de uma mudança radical, infratores são também cidadãos e seus direitos devem ser garantidos. É responsabilidade do Estado explicitar as condições que levam o infrator à um delito para gerar empatia e fortalecer o processo de reformatório. A infraestrutura dos presídios devem se adequar para condições em que o indivíduo se sinta capaz de ser reinserido de forma digna na sociedade, propondo uma perspectiva de esvaziamento e diminuição dos casos de reincidência.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#42789
Se por Sartre [quem?] somos condenados a ser livres, como pode em sociedade ser privado desta? Quando então condenamos alguém à perda de sua liberdade, também já assumimos que antes não havia total liberdade de seus atos, viabiliza-se portanto a condição de reabilitação e reinserção de um indivíduo na sociedade, condição esta que deveria ser a realidade dos presídios brasileiros, mas que explicitamente demonstra graves erros de execução.
* Quando citar algo/alguém tem que explicar: "Segundo o filósofo Jean-Paul Sartre,"
* Não pode usar 1ª pessoa (eu/nós) na redação


[faltou conectivo] O sistema carcerário brasileiro é atualmente manchado pela imagem de superlotação e condições desumanas. Em primeiro caso, presos em aguardo de julgamentos são cenas comuns e que podem chegar a residir meses, quiçá anos em penitência antes de ter de fato sua sentença. Em segundo, o sistema peca gravemente em todos os aspectos de qualidade, desde a condição de vida dos presidiários, a qualidade da segurança e até a função de atuar como um reformatório social que deveria promover a condição do indivíduo de se readaptar a sociedade, funcionando atualmente apenas como um agravador da condição de infração.
* Deveria ter iniciado o parágrafo com o "Em primeiro caso"
* É bom comprovar o que se fala, não ficar só no senso comum


[faltou conectivo] A neuropsicologia moderna já consegue identificar transtornos antissociais em infratores de crimes hediondos - especialmente homicídios e estupros - com precisão suficiente para incluí-los em tratamento intensivo e eficaz, de fato, não existe cura para transtornos dessa natureza, entretanto, há uma eficiência no controle de sintomas que capacitam o indivíduo a conviver, mas a sociedade em si segue um critério punitivo onde o infrator deve ser punido sem avaliar suas condições mas puramente o ato, de forma fria, nosso sistema atual cria e amplifica potenciais infratores e remove todas as necessidades de tratamento que um "psicopata" necessita, agravando para casos de crises de transtorno antissocial (TPAS) severas.
* Parágrafo muito corrido, deveria ter destrinchado e fragmentado

[faltou conectivo] Torna-se visível a urgência de uma mudança radical, infratores são também cidadãos e seus direitos devem ser garantidos. É responsabilidade do Estado explicitar as condições que levam o infrator à um delito para gerar empatia e fortalecer o processo de reformatório. A infraestrutura dos presídios devem se adequar para condições em que o indivíduo se sinta capaz de ser reinserido de forma digna na sociedade, propondo uma perspectiva de esvaziamento e diminuição dos casos de reincidência.
* Faltou ligar as orações por conectivos
* Conclusão incompleta, deve ter: agente, ação, meio e finalidade + detalhamento.

Espero ter ajudado! ;)

Contextualização Apresenta&cced[…]

Sua nota ficou 640! Espero ter ajudado! ;)

Impacto das Fake News

A mentira quando é falada várias vez[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM