• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#84057
A segurança pública é um direito fundamental previsto no rol mais importante da Constituição da República Federativa do Brasil (CRFB/1988), sendo o Estado o principal responsável pela materialização desse direito. Também não podemos desprezar a importante participação social e popular neste tema, uma vez que a Carta Magna também atribui à sociedade a responsabilidade por tal direito.

O debate sobre segurança pública durante muito tempo foi desprezado ou polarizado no país. Um grupo defendia que segurança pública era tão somente desarmar a população, já outro, achava que segurança pública se fazia somente com armas e policiamento ostensivo. O passar do tempo mostrou que ambos os grupos não tinham plena razão, uma vez que desde a vigência do Estatuto do Desarmamento a violência no país só cresceu, e a expansão policiamento desordenado e sem o devido planejamento também não foi bem sucedido, como foi visto nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) do Estado do Rio de Janeiro.

Embora haja previsão constitucional da participação popular na segurança pública, essa se daria, em regra, de maneira indireta, ou seja, por meio de informações aos órgãos competentes. Apesar de todo o amparo legal e constitucional à participação popular, ele é pouco materializado, uma vez que as pessoas temem por sua integridade ao realizar uma informação, pois não confiam que, de fato, essa informação tenha seu sigilo resguardado, enfraquecendo assim tal participação.

Desta forma, conclui-se que o Estado deve readquirir a confiança popular e incentivar as informações ainda que anônimas, haja vista que pela maior precisão destas, fará com que as ações policiais e sejam mais precisas e menos conflituosas, poupando vidas e a integridade física humana. Ademais, também é necessário que o Estado estreite a relação entre os órgãos de segurança pública e população; divulgue amplamente a segurança das informações anônimas, aumentando assim a participação popular e por consequência a possibilidade de êxito nas ações.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Invisibilidade na sociedade

O romance filosófico "Utopia", re[…]

Olá Hospedar , tudo bem? 😺👋🏻 &[…]

SKKSKDKDK JoaoPedro72 isso é uma obr[…]

Oie, vocês poderiam corrigir minha reda&cced[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM