Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#46605
O termo saúde mental está relacionado à forma como uma pessoa reage às exigências, desafios e mudanças da vida e ao modo como harmoniza suas ideias e emoções. Como vivemos num século de grande desenvolvimento principalmente num contexto tecnológico, com isso inicia-se uma maior facilidade para se comunicar com pessoas de diversos lugares do mundo por meio de novas tecnologias. Em contraponto, as relações virtuais podem causar danos à saúde mental quando praticadas de uma forma agressiva dando origem ao Cyberbullying ou, no momento em que existe uma busca por padrões e aprovação da sociedade gerando assim, numa grande parte dos indivíduos problemas como depressão e suicídio.
Inicialmente, o Cyberbullying tem origem a partir do momento que um usuário é tratado de forma agressiva por outra pessoa nos meios telecomunicativos, o que pode gerar transtornos de ansiedade, traumas e a síndrome do pânico em quem sofre esse tipo de violência. Em meio a esse período de pandemia do novo covid-19, praticamente todas as relações estão sendo em plataformas virtuais, o que propicia o aumento do número de casos de Cyberbullying como mostra uma pesquisa realizada pela Unicef em 2019, onde constava que pelo menos 37% dos jovens já tinha sido vítima de violações virtuais, enquanto nos três primeiros meses de confinamento, esse número aumentou para 60%.
Outro aspecto que remete uma pressão psicológica, sentimentos de insuficiência e uma baixa autoestima, é a questão de um padrão moldado pela sociedade refletindo a ideia de um corpo perfeito muito cobrado principalmente no âmbito virtual, mas que também está presente em um convívio presencial. Essa provação é esperada por meio de curtidas e comentários positivos, porém, quando isso não ocorre, as pessoas terminam patologizadas porque não conseguem entrar nesse padrão onde passam a não aceitar seu corpo como é, e essa não aceitação pode gerar distúrbios mentais como depressão e em casos extremos o suicídio, que hoje no Brasil, chega a 15.540 casos por ano segundo dados do Ministério da Saúde, número que aumenta gradativamente a cada ano.
Visto que todos esses problemas geram danos a saúde mental fica evidente a necessidade de serem tomadas medidas em prol de uma mudança na sociedade. Uma alternativa seria a atuação da família educando seus filhos ainda enquanto crianças ensinando-os a respeitar as diferenças entre as pessoas, em conjunto indireto com criadores de entretenimento infantil que criariam mais mídias que prezam pelo respeito influenciando atitudes corretas reforçando um crescimento moralmente saudável.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

De forma geral, argumentação excelen[…]

A constituição federal de 1988 - Nor[…]

Olá boa noite! Vi que já pontuaram s[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM