Avatar do usuário
Por Taynarasouza
Quantidade de postagens
#120230
Na obra "O Cidadão de Papel", o jornalista Gilberto Dimenstein crítica o sistema de leis do Brasil. Sob esse viés, a crítica da obra sobredita se aplica no contexto, sobre repercussão do pensamento na era digital, por ser uma questão pendente. Logo é necessário medidas para resolver o impasse motivado pelo direito da manifestação e pela transparência social.
Em primeiro lugar constata-se banalização da sociedade como uma das causas do direito a declaração. A filósofa Hannah Arendt criou a expressão "Banalidade do Mal", a qual diz respeito ao fato de que as pessoas estão normalizando os desafios sociais. Nessa ótica, tal teoria é verificada no cenário brasileiro, uma vez que o poder público não assegura o direito da manifestação, o que acarreta a falta de diálogo e limita o abuso do poder.
Ademais, a carência de discursões acerca da transparência social é uma das dificuldades. Segundo o sociólogo Karl Marx, em sua teoria do "Silenciamento dos Discursos alguns temas são excluídos da sociedade. Sob essa perspectiva, a visão do autor pode ser aplicada quanto ter acesso a todas as informações e a participação popular, porquanto o assunto pouco é debatido, acarretando a manutenção do problema e a necessidade do assegura mento da transparência social.
Em síntese, faz-se necessário ações para promover o seguimento do pensamento da era digital. Portanto, a função do Ministério dos Direitos Humanos, é realizar debates, a fim de garantir a humanidade o direito de se comunicar. Além disso cabe a mídia social, por meio das redes sociais, fazer enquetes e palestras com o propósito de incentivar a repercussão do pensamento da era digital. Assim, discordando da obra de Dimenstein.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Avatar do usuário
Por Taynarasouza
Quantidade de postagens
#120231
Na obra "O Cidadão de Papel", o jornalista Gilberto Dimenstein crítica o sistema de leis do Brasil. Sob esse viés, a crítica da obra sobredita se aplica no contexto, sobre repercussão do pensamento na era digital, por ser uma questão pendente. Logo é necessário medidas para resolver o impasse motivado pelo direito da manifestação e pela transparência social.
Em primeiro lugar constata-se banalização da sociedade como uma das causas do direito a declaração. A filósofa Hannah Arendt criou a expressão "Banalidade do Mal", a qual diz respeito ao fato de que as pessoas estão normalizando os desafios sociais. Nessa ótica, tal teoria é verificada no cenário brasileiro, uma vez que o poder público não assegura o direito da manifestação, o que acarreta a falta de diálogo e limita o abuso do poder.
Ademais, a carência de discursões acerca da transparência social é uma das dificuldades. Segundo o sociólogo Karl Marx, em sua teoria do "Silenciamento dos Discursos alguns temas são excluídos da sociedade. Sob essa perspectiva, a visão do autor pode ser aplicada quanto ter acesso a todas as informações e a participação popular, porquanto o assunto pouco é debatido, acarretando a manutenção do problema e a necessidade do assegura mento da transparência social.
Em síntese, faz-se necessário ações para promover o seguimento do pensamento da era digital. Portanto, a função do Ministério dos Direitos Humanos, é realizar debates, a fim de garantir a humanidade o direito de se comunicar. Além disso cabe a mídia social, por meio das redes sociais, fazer enquetes e palestras com o propósito de incentivar a repercussão do pensamento da era digital. Assim, discordando da obra de Dimenstein
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
256 Exibições
por yaracri
0 Respostas 
93 Exibições
por yaracri
Desenvolvimento do pensamento crítico no Brasil
por Wemx    - In: Outros temas
0 Respostas 
80 Exibições
por Wemx
0 Respostas 
67 Exibições
por kaio1951
0 Respostas 
91 Exibições
por rosiele
0 Respostas 
107 Exibições
por cylada
Pensamento dos Filósofos
por kemilly10    - In: Outros temas
0 Respostas 
61 Exibições
por kemilly10
Pensamento de quatro mentes
por ana10    - In: Outros temas
0 Respostas 
58 Exibições
por ana10
pensamento filosófico
por gabys65    - In: Outros temas
0 Respostas 
25 Exibições
por gabys65
2 Respostas 
126 Exibições
por flaviaero

Olá. Sua redação está […]

meio ambiente de belágua

A construção federal de 1988 garante[…]

Minha primeira redacão

Sobre o D1, eu acho que você deveria problem[…]

1. Sociedade. Estado. Família. De acordo c[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM