• Avatar do usuário
#75385
De acordo com a OMS (Organização Mundial Da Saúde), o termo saúde mental refere-se a um bem estar no qual o indivíduo desenvolve suas habilidades pessoais, reagindo aos desafios e às mudanças da vida. Entretanto, o contexto atual se mostra em uma realidade oposta. Assim, os reflexos da pandemia da Covid-19 sobre a saúde mental da sociedade brasileira trouxe consigo um turbilhão de sentimentos, onde o desespero e as incertezas do momento prevalecem, colocando em pauta o avanço tecnológico e das redes sociais sendo muitas vezes responsável pela propagação de notícias falsas e o descaso do Estado às pessoas com problemas psicológicos.
Diante disso, vale ressaltar que o avanço da internet junto da propagação de “Fake News” mostram-se como um obstáculo no que se diz respeito à persistência do problema. Segundo Friedrich Nietzsche, filósofo alemão, “não há fatos, apenas interpretações, o que afirma a importância do desenvolvimento de processos da absorção de afirmações, cuidando do que é postado para a garantia do bem estar social. Nesse sentido, é válido ser dito que as redes sociais, com postagens de vidas perfeitas, mostram-se ao que significa ser feliz e equilibrado, criando assim um mundo de ilusão para pessoas que se veem vulneráveis a certos momentos ou em quadros de transtorno emocional.
Além disso, deve-se ser mostrado o descaso do estado. De acordo com o filósofo contemporâneo Leandro Karnal, o problema social só é de fato um problema quando passa a ferir a integridade física e pessoal de alguém, caso contrário o governo continua não dando a mínima para isso. Analisando a sociedade atual, pode ser observado isso em relação à saúde mental da população brasileira no período de pandemia, onde o acúmulo de problemas passam a trazer dificuldades de se manter emocionalmente estáveis.
Visto isso, faz-se necessária a discussão da valorização de problemas emocionais a partir do trabalho do Ministério da Saúde em conjunto com profissionais especializados e o Governo Federal, estejam totalmente preparados a dar todo auxílio e atenção necessária às pessoas que precisam de ajuda, com tratamentos específicos em apoio do SUS (Sistema Único de Saúde). E a internet, junto da influência midiática passem a divulgar notícias e postagens que divulguem exclusivamente a verdade, trazendo mais conforto e tranquilidade à sociedade, para que assim a integridade e a saúde mental de cada indivíduo se normalize aos poucos, trazendo uma melhor convivência a todos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O uso do celular na sala de aula hoje em dia &eacu[…]

A questão do lixo no Brasil

O filme "Wall-e" se passa em uma socieda[…]

geoca PODE CORRIGIR MINHA RED PFVR?

Segundo a Constituição Federal de 19[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM