• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por vinigarci4
#82857
O conceito de cidadania, apesar de ainda muito restrito, foi desenvolvido pelos gregos. Cidadãos eram apenas os homens livres, nascidos na Grécia, filhos de pais gregos. Nos dias atuais, o conceito de cidadania foi ampliado e deveria contemplar todos os indivíduos. Porém, ao se tratar das pessoas sem registro civil, esse direito não lhes é assegurado. É importante pontuar, então, que a incapacidade do governo em garantir direitos básicos e a falta de acesso à informação por parte da população dificultam a garantia de acesso à cidadania no Brasil.
Convém destacar, em primeiro plano, que o Estado não cumpre seu papel como garantidor de direitos sociais. Gilberto Dimenstein, em seu livro "Cidadão de Papel", afirma que os brasileiros são cidadãos de papel, uma vez que, apesar de os direitos estarem assegurados na Constituição Federal, esses não são, de fato, implementados na prática. Análogo ao pensamento do escritor, o poder público falha ao não promover os meios necessários para que a população, principalmente pobre, possa exercer sua cidadania, através do registro civil. Muitas dessas pessoas vivem em áreas que já são negligenciadas pelo Governo e, por isso, não vêem a necessidade ou importância de se registrarem, como os moradores de áreas periféricas e rurais. Com isso, esses indivíduos se tornam verdadeiros "cidadãos-fantasma", tanto na teoria quanto na realidade.
Além disso, nota-se que o problema também decorre da falta de acesso à informação pelos indivíduos. Sociólogos da Escola de Frankfurt definiram a mídia como um quarto poder, em comparação a corrente tripartite dos poderes políticos, devido ao seu alto poder de influência na sociedade. Entretanto, ao relacionar o conceito com a problemática, percebe-se que a mídia não consegue alcançar a todos, visto que milhões de brasileiros ainda não usufruem de certos direitos, por não serem registrados no banco de dados nacional. A mídia, que deveria trabalhar em prol da sociedade, transmitindo informações e orientações relevantes sobre o assunto, não o faz e assim, não cumpre seu papel de forma eficiente. Nesse sentido, é visível que o quarto poder é extremamente importante para a resolução do problema.
Torna-se evidente, portanto, que a ineficiência do Governo e a desinformação da população representam empecilhos para a garantia do acesso à cidadania no Brasil. Cabe, então, ao Ministério da Cidadania, órgão responsável pelas informações de todos os brasileiros, criar novos postos de atendimentos, principalmente nas áreas periféricas e rurais, com agentes sociais incentivando o registro. Isso pode ser feito por meio de parcerias com ONG's e empresas privadas, a fim de diminuir o número de pessoas sem documentação pessoal. Cabe, também, à mídia, em parceria com o Estado, promover propagandas de conscientização acerca da necessidade do registro civil. Somente assim, a cidadania no Brasil deixará de ser restrita, como na Grécia Antiga, e passará a contemplar todos os brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A despeito de todo progresso científico e h[…]

O caso da xenófoba no brasil

A xenofobia é um problema não so loc[…]

De acordo com a Declaração Universal[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM