Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#47470
Intolerância religiosa sólida no território brasileiro

O diário de "Anne Frank", é um livro que tematiza a história de duas
famílias judeias que se refugiam-se em um sotão durante a Segunda
Guerra Mundial, na qual os nazistas exercem inúmeras atrocidades e
horrores contra o povo isrealita. Tal obra verídica, mostra uma realidade
ainda existente no Brasil, onde a intolerância religiosa está presente e
sólida.
Em primeiro plano, é necessário que a sociedade não seja uma repetição
ao período de "descobrimento" do Brasil, na qual a colonização
portuguesa buscou catequizar os nativos com a religião do período: a
católica, sem ocorrer liberdade de escolha a crença. Essa repressão
cultural, principalmente aos cultos afro-brasileiros, é existente até os
dias de hoje, em que ocorre grandes quadros de violência física e
psicológica.
Em consequência disso, é necessário destacar que austeridade é crime
de ódio, sendo inadequados ultilizar da liberdade de expressão para
criticar as diferenças crenças, mas sem constituir seu pensamento e
ponto de vista. A falta de respeito para com o próximo acarreta em
diversos episódios frustantes para quem vivencia.
Em síntese, medidas são necessárias para resolver o impasse. Cabe ao
poder legislativo reformular a lei de intolerância religiosa, aumentando
o tempo de punição ao agressor, juntamente com os profissionais da
policia civil que devem se certificar de que a lei seja utilizada. Ademais, é
necessário que o ministério da educação promova apresentações nas
escola a respeito da intolerância religiosa como forma de
conscientização.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

#47772
Oioi, vim dar uma olhada.

Primeiramente, só por uma questão de visualização aqui, para mim ficou difícil ver onde você começa ou termina o parágrafo, porque mesmo ao jogar no Word descobri que cada frase está como um parágrafo, aqui lembra um poema rsrs . Entendo que não era a intenção, você postou pelo aplicativo, é por isso ? (Eu nunca postei por lá, dai nem sei como fica). Então, se quiser deixar os parágrafos mais fácil de ver bastava dar um espaço maior entre eles :mrgreen: .
Agora vou dizer mesmo o que consegui notar:

O diário de "Anne Frank", é um livro que tematiza a história de duas famílias judeias [judias]] que se refugiam-se em um sotão [sótão] durante a Segunda Guerra Mundial, na qual os nazistas exercem inúmeras atrocidades e horrores contra o povo isrealita [israelita] . Tal obra verídica, mostra uma realidade ainda existente no Brasil, onde a intolerância religiosa está presente e sólida.
---> Foi uma ótima contextualização. Sugiro falar um pouco mais o que será apresentado no texto, isso sugere projeto de texto, mas do jeito que está ficou bom...

Em primeiro plano, é necessário que a sociedade não seja uma repetição ao [do (1)] período de "descobrimento" do Brasil, na qual a colonização portuguesa buscou catequizar os nativos com a religião do período: (2) a católica, sem ocorrer liberdade de escolha a crença. Essa repressão cultural, principalmente aos cultos afro-brasileiros, é existente até os dias de hoje, em que ocorre [ocorrem (3)] grandes quadros de violência física epsicológica e psicológica .
(1) Me corrija se eu estiver errada, mas nunca vi o uso da preposição "a" dessa forma, mantendo o mesmo sentido que a expressão " repetição de algo".
(2) Muito cuidado com essa pontuação, porque ela iniciou uma explicação. Isso sugere que toda a parte seguinte seja explicação da "religião do período", desse modo, inclui "sem ocorrer liberdade de escolha a crença", mas esse não é o caso. Logo, era melhor ter usado uma vírgula no lugar dos dois pontos, o que já indicaria uma ideia complementar para "religião" sem que aquela parte final também seja incluída como explicação.
(3) Verbo deve concordar com o sujeito que no caso é "quadros".
---> Achei o desenvolvimento muito bom. Talvez seria mais interessante colocar mais "opinião" em cima do que foi falado no final, como ali no início ( que está ótimo).

Em consequência disso, é necessário destacar que austeridade é crime de ódio, sendo inadequados ultilizar [utilizar] da liberdade de expressão para criticar as diferenças crenças, mas sem constituir seu pensamento e ponto de vista. (4) A falta de respeito para com o próximo acarreta em diversos episódios frustantes [frustrantes] para quem vivencia.
(4)Sugestão de usar conectivo
---> Para os fatos retratados aqui faltou uma fonte, o que leva ao senso comum.

Em síntese, medidas são necessárias para resolver o impasse. (5) Cabe ao poder legislativo [Poder Legislativo] (Agente1) reformular a lei de intolerância religiosa, aumentando o tempo de punição ao agressor (Detalhamento), juntamente com os profissionais da policia civil que devem se certificar de que a lei seja utilizada (Ação1). Ademais, é necessário que o ministério da educação [Ministério da Educação] (Agente2) promova apresentações nas escola a respeito da intolerância religiosa como forma de conscientização (Ação).
(5)Sugestão de usar conectivo
---> As propostas estão dentro do que foi exposto e relativamente detalhadas, porém na proposta mais completa não há uma clara distinção dos seguintes elementos: modo e finalidade.


> Nos três últimos parágrafos você sempre iniciou com a palavra "necessário", se tivesse variado ficaria mais legal kk ;) , até porque não vi a utilização de nenhum sinônimo dela. Pode melhorar a gramatica de algumas palavras principalmente as mais simples.

Se eu tiver falado algo errado ou não estiver claro, fica a vontade para questionar, e é isso ai!!! :D
#47813
@Grazielah, de nada e me desculpe pelo meu erro de deixar de ter misturado as partes em negrito ali kkk, espero que dê para entender...
Em relação aos elementos, aqui um trecho do material, sobre critérios de correção da redação, que o Inep disponibilizou:

"Com o objetivo de interferir no problema apresentado pelo tema, a proposta de intervenção deve exprimir, minimamente, o que deve ser feito de maneira
ativa. Nesse sentido, a ação é o elemento essencial, que auxiliará na identificação dessa proposta, ao qual se relacionam o agente indicado para executar essa ação, seu modo/meio de execução e seu efeito, pretendido ou alcançado, e um detalhamento de um dos elementos anteriores. Portanto, a proposta de intervenção muito bem elaborada, de forma detalhada, é aquela que apresenta esses 5 elementos."

Pode encontrar aqui pesquisando na web, mas vou tentar deixar o link da competência 5:
Código: Selecionar todos
https://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/downloads/2020/Competencia_5.pdf
(Ainda nem consegui ler ele todo rsrs, mas só o inicio dá uma boa noção e vai dando vários exemplos)
E tem muitos professores na internet e vídeos falando sobre, mas procure os desse ano. Eu gosto muito do Henrique do MeSalva

E um exemplo de uma conclusão nota mil com minhas anotações de quais seriam os elementos :
Portanto, são necessárias medidas capazes de mitigar essa problemática. Para tanto, as instituições escolares (agente) são responsáveis pela educação digital e emancipação de seus alunos, (ação) com o intuito de deixá-los cientes dos mecanismos utilizados pelas novas tecnologias de comunicação e informação e torná-los mais críticos (finalidade) . Isso pode ser feito pela abordagem da temática (início do modo1), desde o ensino fundamental – uma vez que as gerações estão, cada vez mais cedo, imersas na realidade das novas tecnologias (detalhamento) – , de maneira lúdica e adaptada à faixa etária, contando com a capacitação prévia dos professores acerca dos novos meios comunicativos (fim do modo1). Por meio, também, de palestras com profissionais das áreas da informática que expliquem como os alunos poderão ampliar seu meio de informações e demonstrem como lidar com tais seletividades (modo 2), haverá um caminho traçado para uma sociedade emancipada.

Espero que isso te ajude e até mais!

A constituição federal de 1988 docum[…]

A obra “O Grito”, do pintor Edvard Mu[…]

Nota 680. Competência I: 160 (Voc&eci[…]

analfabetismo no Brasil

Atualmente, o analfabetismo ainda tem sido um prob[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM