Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#54531
Em pleno século XXI, em uma sociedade enraizada na cultura da violência, a valorização dos profissionais de segurança pública é de extrema importância. Nesse sentido, o tratamento da saúde mental dos policiais mostra-se indispensável, fazendo-se necessária a observação do policial enquanto cidadão e, sobretudo, o crescimento da taxa de suicídio entre esses profissionais.
Em primeira análise, o estudo da situação do policial enquanto cidadão faz-se obrigatória. De acordo com o especialista em Direitos Humanos Ricardo Balestreri, é importante que o policial seja considerado pelo Estado e pela sociedade civil como cidadão, assegurando-lhe o princípio da dignidade humana. Baseando-se nesse pensamento, é notório a carência de medidas, no âmbito da segurança pública, que promovam a assistência física e, principalmente, mental a esses profissionais, tendo em vista a honrada função e estatus que exercem, servindo como símbolo da segurança no contexto social.
Em segunda análise, o crescimento da taxa de suicídio entre os policiais impulsiona a problemática. Segundo uma pesquisa feita pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 1/4 (um quarto) dos policiais entrevistados admitiram pensar em suicídio. Diante do exposto, é necessário verificar as causas que implicam tais pensamentos por parte dos policiais, sejam os riscos de vida, desvalorização, pressão entre outros motivos que fazem parte do cotidiano do agente público, a fim de de auxiliar-lo e, com isso, reduzir os casos de suicídio anômico abordado pelo sociólogo Émile Durkhaim.
Mediante o exposto, parâmetros são necessários para resolução do impasse. Sendo assim, o Estado deverá, por meio dos órgãos de saúde, fornecer acompanhamento psicológico a todos os profissionais da segurança pública, com o objetivo de aprimorar a qualidade de vida emocional desses indivíduos, além disso, deverá promover cursos e eventos regulares que preguem o autocontrole diante das situações advindas do exercício da função policial, contribuindo assim, para o cumprimento da dignidade humana disposta no Artigo 1° da Constituição Federal.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Na literatura cinematográfica “Ela da[…]

No filme o menino do pijama listrado, é ret[…]

O combate as epidemias no Brasil

A crescente virtude de epidemias no Brasil est&aac[…]

A epidemia no mundo vem sendo cada vez mais consta[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM