Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58150
Conforme o renomado teólogo italiano São Tomás de Aquino, “todos os indivíduos possuem a mesma importância, os mesmos direitos e os mesmos deveres”. Em obstante, o racismo estrutural contraria essa óptica, visto que, em âmbito brasileiro e contemporâneo, os negros são vítimas de discriminação constantemente. Portanto, é notório a consolidação de uma grande problemática, em decorrência da falta de representatividade negra em posições de lideranças empresariais, além da lacuna educacional.
Em primeira análise, é imprescindível salientar que a exclusão de negros líderes em organizações corporativas é um fator determinante para a persistência do problema. Uma pesquisa publicada pela empresa brasileira “UOL”, revela que “apenas 0,7% dos cargos de liderança nas empresas são ocupados por pessoas negras”. Sob esse viés, evidencia-se que, de maneira mascarada, estigmas associados ao período do Brasil Colônia se fazem presentes no país. Sendo assim, tal ponto ainda acarreta graves impactos.
Outrossim, a base educacional lacunar configura-se como um entrave no que tange à questão do preconceito racial estrutural. Na reportagem “Soldados do Tráfico do RJ”, do Domingo Espetacular, é perceptível que pretos e pardos são a maioria no mundo do crime. Conforme a fala de um deles, “devido à situação de não ter estudo, o único caminho foi entrar para o crime”. Dessa maneira, pode-se dizer que, se há um óbice social, há também uma falha no sistema educacional.
Em virtude dos fatos mencionados, faz-se necessário que medidas sejam tomadas para solucionar esse impasse. É essencial que a Secretaria Nacional de Assistência Social, em parceria com ONG’s, crie, para ajudar brasileiros que moram nas comunidades e que desejam sair do mundo do tráfico, centros de apoio de cunho social, que ofereçam assistência educacional, cultural, profissional e psicológica. Tais atendimentos devem ser gratuitos, visando a acessibilidade, pois, por encontrarem-se em uma classe social mais baixa, essa condição será indispensável. Diante disso, o ponto de vista expresso por Tomás de Aquino far-se-á presente na realidade nacional.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No filme "O Poço",exibido pela Ne[…]

Ótima redação! Não vi […]

A constituição federal de 1988 ,docu[…]

O ensino a distância, que antes era usado pr[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM