• Avatar do usuário
#71164
Em 1963, na “Marcha sobre Washington por trabalho e liberdade”, o ativista Martin Luther King, afirma em seu discurso que sonhava em uma nação em que seus filhos não fossem julgados pela cor de sua pele, mas sim pelo conteúdo de seu caráter. Entretanto, no atual cenário brasileiro, ocorre o oposto do que Martin idealizava, á medida que o racismo e a discriminação social atuam fortemente no século XXI, devido majoritariamente, a sensação de superioridade e, ao legado histórico trazido da escravidão.
Precipuamente, é fulcral pontuar que a sensação de superioridade é uma das principais impulsionadoras do racismo e das discriminações. Para entender tal apontamento, é justo relembrar do discurso da Angela Davis na manifestação “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam), em que a ativista afirma “se todas as vidas importassem, os negros não precisariam gritar enfaticamente que as suas importam”. Sob tal ótica, percebe-se que a discriminação ocorre constantemente e, que as pessoas não são tratadas com a devida importância, assim, como São Tomás de Aquino acreditava.
Segundo o sociólogo francês Pierre Bourdieu, a sociedade tende a incorporar pensamentos que foram difundidos ao longo dos anos. Tal afirmação foi confirmada na obra “O diário de Anne Frank”, citando o quão é difícil mudar características herdadas. De maneira análoga, nota-se que o alto índice de racismo e de outros tipos de discriminação social é um legado histórico, que foram passados de geração em geração desde á chegada dos Portugueses e Africanos no Brasil. Além disso, com efeito de tais preconceitos, grande parcela da população fica à margem do convívio social, contribuindo para prevalência da desigualdade social.
Em suma, visto os desafios que contribuem para a permanência do racismo e da discriminação social, é mister uma atuação governamental para combate-las. Diante disso, o Ministério da Educação, órgão instituído para promover educação à todos, em parceria com o Programa Nacional de Livros Didáticos, desenvolvam uma atualização nos livros didáticos de história, por meio das escolas públicas, relacionando os legados históricos com os problemas atuais. Com a finalidade de que o problema seja compreendido e proporcione a discussão da importância do respeito e da tolerância ao próximo. Além disso, cabe ao Ministério da Cidadania, promover propagandas nas redes sociais divulgando os canais de denúncia. Com tais medidas de intervenção, a sociedade será como Martin sonhava.

@Flavia @Mari 91 @João Gabriel Machado @Júlia Sena @3m1lly
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Muito se tem discutido, recentemente, acerca das d[…]

nycolas2005 , muito obrigada, fico feliz pela cor[…]

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio &aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM