Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#52131
  • Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o oposto do que o autor prega, uma vez que a intolerância religiosa no Brasil é um dos principais problemas que o país deve administrar, combater e resolver. Nesse sentido, diante de uma realidade instável e temerária que mescla conflitos nas três esferas governamentais, o Executivo que abrange os governos federal, representando pelo presidente da República; estadual nas figuras dos governadores; e municipal, exercido pelos prefeitos.
    Precipuamente, é fulcral pontuar que a intolerância religiosa deriva da baixa atuação dos setores governamentais no que concerne à criação de mecanismos que coíbam tais recorrências. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o estado é responsável por garantir o bem-estar da população. Entretanto, isso não ocorre no Brasil. Devido à falta de atuação das autoridades, na implementações de leis que já foram implantadas com mais rigor, sendo assim, sendo executada de maneira mais severa suas devidas punições. Desse modo, faz-se mister a reformulação dessa postura nas três esferas governamentais, e, principalmente, o governo estadual.
    Ademais, é importante ressaltar a falta de conhecimento entre as religiões como promotor do problema. De acordo com a lei n° 9.459, de 15 de Maio de 1997, considera crime a prática de discriminação ou preconceito contra religiões. Partindo desse pressuposto, esse desconhecimento, além de causar grandes conflitos e até mesmo em alguns casos violência, é de extrema importância que seja organizado pelos governantes, uma mobilização para discutir tal assunto afim de solucionar tal problema que afeta todo o país. Tudo isso, retarda a resolução do obstáculo, já que a grande maioria da sociedade não tem conhecimento das normas jurídicas que visam punir a intolerância religiosa no Brasil, nem tampouco sobre como é crenças e doutrinas de cada religião.
    Assim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço dessa problemática na sociedade brasileira. Dessarte, com intuito de mitigar a intolerância religiosa, necessita-se, urgentemente, que o Tribunal de Contas da União direcione Capital que, por intermédio do governo estadual, será revertido em propostas para novos projetos de lei e/ou tornar uma lei já existente mais rigorosa, com o propósito de conter de vez o avanço nacional da intolerância religiosa, através de incitar uma jurisprudência, "à ciência da lei" alcançar o objetivo de tornar essa lei com punições mais ríspida. À vista disso, atenuar-se-á, em médio e longo prazo, o impacto nocivo da intolerância religiosa no Brasil, e a coletividade alcançará a Utopia de More.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

No artigo 1° da Declaração Unive[…]

Segundo a Constituição da Repú[…]

O artigo 1º da Declaração Unive[…]

O século XXI é marcado por diversos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM