• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por KimMartinez
#66424
É notório que a automedicação é de fato um grave problema na saúde pública. Visto que, o mau uso dos medicamentos podem levar um indivíduo a sérias adversidades. A princípio, este hábito surge a partir da ausência de informações e orientações adequadas que não são dadas para a população de forma simultânea. Nesse sentido, muitos procuram por soluções imediatas e eficazes sem necessitar de uma avaliação médica.

Certamente, a automedicação pode influenciar negativamente na vida de seus consumidores, como no aprendizado na escola, no desempenho e qualidade no trabalho, na oscilação de humor e principalmente na saúde. De acordo com informações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso indiscriminado e abusivo de medicamentos, leva a população a um processo de risco à saúde e até a morte. Com isso, percebe-se o quão prejudicial é o uso de medicamentos incorretamente. Além disso, a acessibilidade à estes medicamentos sem a presença de uma prescrição médica, está cada vez maior em balcões de farmácia e drogarias, que fazem dispensação livremente, o que leva o consumidor a pensar que está tudo bem ao consumi-los, e por vezes, acaba mascarando uma doença grave e silenciosa que precisa de atendimentos médicos. Às consequências disso é de uma população cada vez mais doente e dependente.

Dessa forma, a automedicação negligenciada resulta em diversos malefícios à população. Por isso, é fundamental frisar a importância da Vigilância Sanitária na ação de monitorar farmácias e drogarias que permitem vendas imprudentes para benefícios próprios no que concerne ao prolongamento do hábito de consumo sem a procura por profissionais da saúde. Logo, entende-se que a população necessita de informações resistentes e de fácil compreensão, difundindo esse assunto em atividades escolares e mídia, a fim de esclarecer ainda mais os riscos desta prática.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na obra de origem australiana, “A Menina que[…]

Segundo o filósofo e matemático fra[…]

zgabiruLGD , Disponha!

Oiii alguém poderia corrigir minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM