• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#94119
Segundo o DATASUS do Ministério da Saúde, o índice de imunização total no Brasil, em 2018, foi de aproximadamente 75%, enquanto que, em 2021, o total foi de aproximadamente 60%, ou seja, ocorreu uma brusca queda nessa cobertura. Assim, essa baixa no total de pessoas vacinadas contribui para o ressurgimento de doenças erradicas no país, o que configura uma séria mazela para a sociedade. Nesse contexto, isso ocorre, principalmente, pela falta de conhecimento populacional e pela negligência estatal.

Dentro desse cenário, a ausência de informações substancia esse infortúnio. Diante disso, segundo Schopenhauer, filósofo alemão, a reflexão de mundo de um indivíduo é determinada pelos limites de seu campo de visão. Sob essa ótica, a teoria do estudioso representa a realidade tupiniquim, uma vez que, a falta de raciocínio sobre as consequências da não vacinação limita, também, o pensamento acerca do potencial ressurgimento de doenças já exterminadas, assim, a importância de se proteger de patologias como poliomielite e sarampo é relativizada. Por conseguinte, esse descrédito por parte da sociedade, tendo como base a carência de conhecimento, contribui para o reaparecer de enfermidades como as supracitadas. Logo, enquanto o desconhecimento a respeito dos resultados negativos dessa baixa no índice permanecer vigente, o óbice continuará a importunar a pátria.

Ademais, é válido destacar a inoperância do Governo como outra fomentadora do empecilho. A esse respeito, a teoria da “Instituição Zumbi”, do sociólogo Zygmunt Bauman, afirma que, as esferas de poder estão presentes na sociedade mas não cumprem sua função com êxito. Nesse sentido, a escassez de postinhos de saúde em locais distantes da zona urbana é um fator que impede a busca por imunização das camadas mais afastadas das cidades, à vista disso, o descaso do Estado dificulta a proteção dos brasileiros em relação as mazelas extintas e subsidia a sua volta, além de aumentar o número de doentes. Posto isto, é necessário que o Poder Público abandone esse caráter indiligente.

Portanto, posto em pauta as causas desse imbróglio, é imprescindível sua atenuação. Destarte, o Ministério das Comunicações -- regulador dos serviços de radiodifusão – em parceria com o Ministério da Saúde, deve reforçar a relevância de se vacinar, por meio de campanhas em redes televisivas como o “Fantástico”, para incentivar as pessoas não imunizadas a buscar por pendências nos seus cartões de vacinas, e, assim, patologias já erradicadas não surgirem novamente. Além disso, cabe também ao Ministério da Saúde construir postinhos de saúde em zonas afastadas das cidades, afim de diminuir a distância entre os cidadãos dos interiores e as vacinas. Dessa forma, patologias já exterminadas não serão um problema novamente para a população.

@abiaacs @karenhelena @Felipe082 @JoaoPedro72 @leo1418 @Mylike @Higorvaz
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

0
#94245
bom dia, H.

li seu texto e minhas observações estarão a seguir.

[] erros;
() correções;
{} observações.

Segundo o DATASUS do Ministério da Saúde, o índice de imunização total no Brasil, em 2018, foi de aproximadamente 75%, enquanto que, em 2021, o total foi de aproximadamente 60%, ou seja, ocorreu uma brusca queda nessa cobertura. Assim, essa baixa no total de pessoas vacinadas contribui para o ressurgimento de doenças erradicas no país, o que configura uma séria mazela para a sociedade. Nesse contexto, isso ocorre, principalmente, pela falta de conhecimento populacional {sobre o que?} e pela negligência estatal.

Dentro desse cenário, a ausência de informações {para com quem?} substancia esse infortúnio. Diante disso, segundo Schopenhauer, filósofo alemão, a reflexão de mundo de um indivíduo é determinada pelos limites de seu campo de visão. Sob essa ótica, a teoria do estudioso representa a realidade [tupiniquim] (brasileira), uma vez que[,] a falta de raciocínio sobre as consequências da não vacinação limita, também, o pensamento acerca do potencial ressurgimento de doenças já exterminadas, assim, a importância de se proteger de patologias como poliomielite e sarampo é relativizada. Por conseguinte, esse descrédito por parte da sociedade, tendo como base a carência de conhecimento, contribui para o reaparecer de enfermidades como as supracitadas. Logo, enquanto o desconhecimento a respeito dos resultados negativos dessa baixa no índice (de vacinação) permanecer vigente, o óbice continuará a importunar a pátria.

Ademais, é válido destacar a inoperância do Governo como outra fomentadora do empecilho. A esse respeito, a teoria da “Instituição Zumbi”, do sociólogo Zygmunt Bauman, afirma que, as esferas de poder estão presentes na sociedade mas não cumprem sua função com êxito. Nesse sentido, a escassez de [postinhos] (postos) de saúde em locais distantes da zona urbana(,) é um fator que impede a busca por imunização das camadas mais afastadas das cidades, à vista disso, o descaso do Estado dificulta a proteção dos brasileiros em relação as mazelas extintas e subsidia a sua volta, além de aumentar o número de doentes. Posto isto, é necessário que o Poder Público abandone esse caráter indiligente.

Portanto, posto em pauta as causas desse imbróglio, é imprescindível sua atenuação. Destarte, o Ministério das Comunicações(,) [--] regulador dos serviços de radiodifusão(,) [–] em parceria com o Ministério da Saúde, deve reforçar a relevância de se vacinar, por meio de campanhas em redes televisivas como o “Fantástico”, para incentivar as pessoas não imunizadas a buscar por pendências nos seus cartões de vacinas, e, assim, patologias já erradicadas não surgirem novamente. {proposta completa, garantiu os 200 pontos na c5. mas acho que você pode melhorar sua finalização.} Além disso, cabe(,) também(,) ao Ministério da Saúde construir [postinhos] (postos) de saúde em zonas afastadas das cidades, afim de diminuir a distância entre os cidadãos dos interiores e as vacinas. Dessa forma, patologias já exterminadas não serão um problema novamente para a população. {proposta completa, solucionou as duas problemáticas apresentadas no texto. parabéns!}

Se você acha que eu contribuí com seu aprendizado e que minha correção vale o preço de um café, meu pix é abia.caetano12@gmail.com.
Além disso, fiquem a vontade de me mandar mensagem caso surjam dúvidas. ❤
2
#94314
Oii, li seu texto e ele está excelente. Evite usar ''postinhos'', as vezes o corretor não gosta. Porém, está bem estruturada, teses presentes e bem elaboradas, além de uma ótima argumentação. A proposta de intervenção também está bem elaborada, mencionando os órgãos corretos e o porque precisa de solução. Continue praticando, você vai longe !! :D :D
1
#94321
xaimass escreveu:Oii, li seu texto e ele está excelente. Evite usar ''postinhos'', as vezes o corretor não gosta. Porém, está bem estruturada, teses presentes e bem elaboradas, além de uma ótima argumentação. A proposta de intervenção também está bem elaborada, mencionando os órgãos corretos e o porque precisa de solução. Continue praticando, você vai longe !! :D :D
Hehehehehheeh.....muito obrigado, Xaimass 😁😁
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
5069 Exibições
por Welzis
0 Respostas 
118 Exibições
por thaisramos17
1 Respostas 
2892 Exibições
por francis
1 Respostas 
86 Exibições
por eduart
3 Respostas 
609 Exibições
por JoaoPedro72
1 Respostas 
798 Exibições
por Guimo3XD
0 Respostas 
43 Exibições
por krohling
0 Respostas 
27 Exibições
por Gabigrm
0 Respostas 
35 Exibições
por LukazEmanoel
3 Respostas 
92 Exibições
por EmillyySilva
A desregulação do mundo

Alberto Demenstein, em seu livro"O Cidad&[…]

Foi na Grécia antiga onde começou a […]

Compromisso do empreendedor

Educação Fiscal é conjunto el[…]

1 bez

Ola, tudo bem? Vou te dá uma breve corre&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM