Avatar do usuário
Por Lyh0610
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#127373
Ser ou não ser? Depende da Condição

Chegamos em uma época, na qual a autoimagem define o ser humano, este, por sua vez, nega sua autenticidade para poder seguir padrões determinados por uma alta burguesia, a qual, além de impor sua cultura, oprime o proletariado que deseja ter condições para também participar desta era de valorização estética que, atualmente, comanda a sociedade.
Visto isso, os indivíduos passaram, historicamente, por diversas fases estéticas, como por exemplo na Renascença, lembrada, principalmente, pelas pinturas de Michelangelo na Capela Sistina com a representação de deuses com corpos fortes, com expressiva valorização do tônus muscular masculino e a silhueta modelada feminina. Porém, quando a Europa começa a ser o centro do mundo com suas monarquias e desigualdades sociais entre nobres e trabalhadores, a estética da vez passa a ser de um corpo mais robusto, o qual simbolizava a riqueza de uma classe dominante.
Sendo assim, atualmente estamos percebendo mais uma fase estética no mundo, porém ela vem com a representação renascentista e a simbolização européia, ou seja, o atual nível de autoimagem superficial nada mais é do que a fusão de estética e simbolismo de outras épocas, nas quais, como hoje também, foram os nobres que determinavam qual seria o estilo ideal da era na qual estavam e estão. Com isso, as camadas mais pobres da população acabam sendo oprimidas por conta desta autoimagem deturpada, criada pelos ricos, os quais apresentam situações monetárias suficientes para seus procedimentos estéticos, e, para suas determinações culturais.
Por fim, observando o local idealizado no qual a sociedade está inserida, creio que estamos cada vez mais longe de alcançar a tão sonhada igualdade social e, principalmente, a originalidade e a essência humanas, pois a cada era e a cada cultura há a presença da super valorização de uma autoimagem falsa, construída apenas por aparências externas, as quais, consequentemente, refletirão nas gerações futuras, oprimindo-as também.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por Lyh0610
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#127396
@Scooofll eu sei que está dando um tempo de correção, mas se puder e qdo puder, gostaria que fizesse a correção da minha redação, por gentileza. Desde já, agradeço.
Obs: É uma dissertação de vestibular tradicional, diferente do Enem.
0
Avatar do usuário
Por Sooofll
Quantidade de postagens Amigos
#127402
@Lyh0610, Oii, Lyh. Tudo bem?
Irei corrigir seu texto amanhã. Eu devo avaliar a partir de qual método? Já que não é uma redação do ENEM.

Continue a nadar, continue a nadar....
0
Avatar do usuário
Por Lyh0610
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#127406
Sooofll escreveu:@Lyh0610, Oii, Lyh. Tudo bem?
Irei corrigir seu texto amanhã. Eu devo avaliar a partir de qual método? Já que não é uma redação do ENEM.
Aih, obrigada!!
É uma dissertação argumentativa normal, mas puxada para o expositivo também, ou seja, não precisa de proposta de intervenção como no Enem, pois o que mais vale é a argumentação sobre o assunto.
Agradeço de coração a sua gentileza, @Scooofll 💛
0
Avatar do usuário
Por Sooofll
Quantidade de postagens Amigos
#127473
Oi, Lyh. Tudo bem?
Primeiramente, gostaria de pedir mil desculpas pela demora, infelizmente nesses dias eu andei bastante cansada...
Irei corrigir sua redação. Mas lembrando que, não sou nenhuma especialista, estou aqui apenas para passar meus conhecimentos.

Vamos lá,


Introdução:
Chegamos em (a) (1) uma época, (2) na qual a autoimagem define o ser humano, este, por sua vez, nega sua autenticidade para poder seguir padrões determinados por uma alta burguesia, (3) a qual, além de impor sua cultura, oprime o proletariado que deseja ter condições para também participar desta era de valorização estética que, atualmente, comanda a sociedade. (4)

(1) - O verbo "chegar" é regenciado pela preposição "a".
(2) - Sem vírgula.
(3) - Você poderia ter colocado um repertório para enfatizar e destacar mais seu ponto de vista com base em uma afirmação científica ou socióloga.
(4) - Acho que você poderia problematizar ainda mais a temática.

D1 e D2:
Visto isso, os indivíduos passaram, historicamente, por diversas fases estéticas, como por exemplo na Renascença, lembrada, principalmente, pelas pinturas de Michelangelo na Capela Sistina com a representação de deuses com corpos fortes, com expressiva valorização do tônus muscular masculino e a silhueta modelada feminina. Porém, quando a Europa começa a ser o centro do mundo com suas monarquias e desigualdades sociais entre nobres e trabalhadores, a estética da vez passa a ser de um corpo mais robusto, o qual simbolizava a riqueza de uma classe dominante.

Sendo assim (5), atualmente estamos percebendo mais uma fase estética no mundo, porém ela vem com a representação renascentista e a simbolização européia (europeia) , ou seja, o atual nível de autoimagem superficial nada mais é do que a fusão de estética e simbolismo de outras épocas, nas quais, como hoje também, foram os nobres que determinavam qual seria o estilo ideal da era na qual estavam e estão (6). Com isso, as camadas mais pobres da população acabam sendo oprimidas por conta desta autoimagem deturpada, (7) criada pelos ricos, os quais apresentam situações monetárias suficientes para seus procedimentos estéticos, e, para suas determinações culturais.
(8)
(5) - Evite utilizar conectivos conclusivos no desenvolvimento.
(6) - Você acabou retomando o mesmo assunto da D1, explore mais e argumente mais.
(7) - Sem vírgula.
(8) - Você escreve super bem, mas acho que esse parágrafo poderia ser apenas a conclusão do D1. Era bom retomar outro aspecto das cirurgias estéticas na sociedade nesse desenvolvimento 2.


Conclusão:
Por fim, observando o local idealizado no qual a sociedade está inserida, creio (!!!) que estamos cada vez mais longe de alcançar a tão sonhada igualdade social e, principalmente, a originalidade e a essência humanas, pois a cada era e a cada cultura há a presença da super valorização de uma autoimagem falsa, construída apenas por aparências externas, as quais, consequentemente, refletirão nas gerações futuras, oprimindo-as também.

(!!!) - Nunca, em hipótese alguma, utilize primeira pessoa no texto dissertativo - argumentativo.



É isso, Lyh.
Foi um pouco complicado de corrigir, tem poucos erros, mas várias lacunas que podem ser melhoradas.
Continue estudando e se dedicando.
Bons estudos!

Continue a nadar, continue a nadar....
1
Avatar do usuário
Por Lyh0610
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#127482
Sooofll escreveu:Oi, Lyh. Tudo bem?
Primeiramente, gostaria de pedir mil desculpas pela demora, infelizmente nesses dias eu andei bastante cansada...
Irei corrigir sua redação. Mas lembrando que, não sou nenhuma especialista, estou aqui apenas para passar meus conhecimentos.

Vamos lá,


Introdução:
Chegamos em (a) (1) uma época, (2) na qual a autoimagem define o ser humano, este, por sua vez, nega sua autenticidade para poder seguir padrões determinados por uma alta burguesia, (3) a qual, além de impor sua cultura, oprime o proletariado que deseja ter condições para também participar desta era de valorização estética que, atualmente, comanda a sociedade. (4)

(1) - O verbo "chegar" é regenciado pela preposição "a".
(2) - Sem vírgula.
(3) - Você poderia ter colocado um repertório para enfatizar e destacar mais seu ponto de vista com base em uma afirmação científica ou socióloga.
(4) - Acho que você poderia problematizar ainda mais a temática.

D1 e D2:
Visto isso, os indivíduos passaram, historicamente, por diversas fases estéticas, como por exemplo na Renascença, lembrada, principalmente, pelas pinturas de Michelangelo na Capela Sistina com a representação de deuses com corpos fortes, com expressiva valorização do tônus muscular masculino e a silhueta modelada feminina. Porém, quando a Europa começa a ser o centro do mundo com suas monarquias e desigualdades sociais entre nobres e trabalhadores, a estética da vez passa a ser de um corpo mais robusto, o qual simbolizava a riqueza de uma classe dominante.

Sendo assim (5), atualmente estamos percebendo mais uma fase estética no mundo, porém ela vem com a representação renascentista e a simbolização européia (europeia) , ou seja, o atual nível de autoimagem superficial nada mais é do que a fusão de estética e simbolismo de outras épocas, nas quais, como hoje também, foram os nobres que determinavam qual seria o estilo ideal da era na qual estavam e estão (6). Com isso, as camadas mais pobres da população acabam sendo oprimidas por conta desta autoimagem deturpada, (7) criada pelos ricos, os quais apresentam situações monetárias suficientes para seus procedimentos estéticos, e, para suas determinações culturais.
(8)
(5) - Evite utilizar conectivos conclusivos no desenvolvimento.
(6) - Você acabou retomando o mesmo assunto da D1, explore mais e argumente mais.
(7) - Sem vírgula.
(8) - Você escreve super bem, mas acho que esse parágrafo poderia ser apenas a conclusão do D1. Era bom retomar outro aspecto das cirurgias estéticas na sociedade nesse desenvolvimento 2.


Conclusão:
Por fim, observando o local idealizado no qual a sociedade está inserida, creio (!!!) que estamos cada vez mais longe de alcançar a tão sonhada igualdade social e, principalmente, a originalidade e a essência humanas, pois a cada era e a cada cultura há a presença da super valorização de uma autoimagem falsa, construída apenas por aparências externas, as quais, consequentemente, refletirão nas gerações futuras, oprimindo-as também.

(!!!) - Nunca, em hipótese alguma, utilize primeira pessoa no texto dissertativo - argumentativo.



É isso, Lyh.
Foi um pouco complicado de corrigir, tem poucos erros, mas várias lacunas que podem ser melhoradas.
Continue estudando e se dedicando.
Bons estudos!
Muito obrigada pela correção, amiga !
Irei me atentar nessas lacunas que você mencionou. E quanto à primeira pessoa na conclusão nesse tipo de redação, por incrível que pareça pode ser utilizada.
Mais uma vez agradeço de coração por disponibilizar seu tempo para me ajudar. ❣️
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
1 Respostas 
90 Exibições
por Lyh0610
0 Respostas 
944 Exibições
por Thaise16
Procedimentos de necropsia
por Allanc98    - In: Outros temas
0 Respostas 
67 Exibições
por Allanc98
0 Respostas 
363 Exibições
por Anne24
0 Respostas 
175 Exibições
por Taina7
0 Respostas 
223 Exibições
por rafarafa
3 Respostas 
305 Exibições
por Keilinha
1 Respostas 
169 Exibições
por Ce3cilia
0 Respostas 
150 Exibições
por Mimi2004
1 Respostas 
284 Exibições
por Mimi2004

John lock , filósofo inglés destaca-[…]

O artigo 6 da constituição federal d[…]

O autismo é um transtorno do desenvolviment[…]

A lei nº 12.965, conhecida como marco civil d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM