• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Odailson
Quantidade de postagens
#81778
Segundo Paulo Dutra, professor de economia da FAAP, "Abrir mão de empresas públicas e passá-la para a iniciativa privada pode dar bons resultados, como no caso da Vale, das empresas de telefonia, entre outras". Com esse argumento, é evidente que empresas privadas são mais eficientes por não dependerem de recursos do Orçamento público, além de gerar empregos, sobrará mais espaço para os gastos em saúde e educação.

Em primeiro lugar, empresas sobre o domínio estatal, pode ocasionar diversos prejuízos, caso a entidade venha a ter saldo negativo, e consequentemente, o estado será obrigado à aumentar os impostos ou tirar dinheiro da sociedade, afim, de minimizar a situação financeira da empresa. Sobre a percepção de Dutra, "O primeiro benefício é a redução do gasto público..." De acordo com essa óptica, é evidente que as empresas privadas são mais capazes de se manter vivas do que as públicas, já que todo orçamento para os gastos da empresa, não dependem do setor público.

Em segundo lugar, as privatizações é legal de acordo com a Lei Nº 9.491/1997, que prevê a posse privado sobre setor público, através de leilões e vendas de ações, sendo que, o governo é apenas sócio minoritário. Com esse viés, os responsáveis pela manutenção da entidade, no momento, sobre a posse privado, terão que gerar lucro e, evidentemente gerar empregos através de contratações de profissionais, sendo um fator positivo na diminuição de desempregados no Brasil e, consequentemente, o restabelecimento da economia.

Portanto, salienta-se a importância de privatizar os setores públicos, afim de trazer melhores resultados ao mercado financeiro e mais oportunidades de empregos, além disso, o Estado poderá focar nos setores mais essênciais, como a saúde e educação, já que sobrará mais dinheiro público para suprir esses meios.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Invisibilidade e registro civil

A despeito de todo progresso científico e h[…]

A despeito de todo progresso científico e h[…]

O caso da xenófoba no brasil

A xenofobia é um problema não so loc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM