Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por Guiherme
#53338
No romance “A escrava Isaura”, o antagonista Leôncio se suicida após saber que perdeu todos os seus bens. Infelizmente, tal caso não destoa da realidade de muitos brasileiros. Não apenas, mas principalmente, o suicídio de cidadãos dotados de algum distúrbio mental tem aumentado pela ineficácia na assistência do Estado em prevenir o suicídio e pela influência de mídias de entretenimento. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise desses fatores.
Em primeira análise, deve-se ressaltar a ineficácia das medidas governamentais em assegurar tratamento aos brasileiros dotados de problemas psicológicos. Nesse sentido, quadro clínico do indivíduo tende a piorar, conduzindo-o, em muitos casos, ao suicídio. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir ao cidadão brasileiro direitos fundamentais, como à saúde mental, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, fundamental apontar a influência de séries e filmes como impulsionadores de muitos casos de suicídio no Brasil. Segundo George Orwell, a mídia “controla” a massa encorajando-a tomar medidas, que, de início, não tomariam. Diante de tal exposto, principalmente o público jovem, é diretamente influenciado por diferentes formas de entretenimento que não afirmam a prevenção do suicídio mas apresentam-no como “a única solução”. Logo, é inadmissível que esse quadro continue a perdurar.
Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. O Ministério da Cultura deve barrar mídias de incentivo ao suicídio e estimular sítios eletrônicos de apoio psicológico por meio de um projeto de lei entregue à Câmara dos Deputados. Nele deve constar que maior quantidade de capital seja direcionado à produção de propagandas de incentivo ao acesso de “sites” de apoio emocional e de denúncia de músicas, filmes e séries “pró-suicídio”. Espera-se, com essa medida, que cada vez mais casos de suicídio sejam prevenidos no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Dar pra tirar uma nota boa sim, não fugiu d[…]

Ao se falar sobre os impactos da pandemia do novo […]

dudaramos1 Assim que possível corrige min[…]

Já faz alguns anos que a reduç&atild[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM