Avatar do usuário
Por lais458
Quantidade de postagens
#117993
A Constituição de 1988 prevê em seu Artigo (5°), o direito à liberdade, à igualdade e à segurança como inerente a todo cidadão brasileiro. Porém, tal prerrogativa não tem reverberado na prática quando se observa o grande desafio de combater o preconceito linguístico no Brasil, dificultando a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, é imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Primeiramente, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o preconceito linguístico no país. Nesse sentido, o Estado não proporciona visibilidade à gravidade da problemática e, consequentemente, não realiza ações e campanhas para desencorajar a discriminação. Sob esse viés de invisibilidade, o escritor Gilberto Dimenstein explica em seu livro "O Cidadão de Papel" que no Brasil, as leis são inefetivas, gerando uma falsa sensação de cidadania, que acaba por resultar na normalização do preconceito linguístico. Adicionalmente, não existe uma legislação específica que criminalize este ato, acentuando a negligência sofrida pela questão.
Ademais, é fundamental apontar a má influência midiática como impulsionadora do problema no Brasil. Segundo Christof, personagem de 'O Show de Truman', filme sobre um homem que não sabe que está vivendo em um 'reality show', "aceitamos a realidade do mundo que nos é mostrada". Diante desse exposto, é evidente que tal afirmação coincide com o silenciamento por parte da mídia sobre o assunto, tornando-o desconhecido para a maior parte da população brasileira. Dessa forma, não há uma educação inclusiva nos meios de comunicação, mantendo em vigor uma cultura de opressão e aversão às diferenças da língua na sociedade. Logo, é inadmissível que esse cenário perdure.
Faz-se necessário, então, abdicar esses obstáculos. Para tal, é imprescindível que o Ministério da Educação, por meio de palestras e campanhas educativas vinculadas na mídia e em instituições de ensino, com parceria do Ministério da Cultura, promova a riqueza da diversidade do idioma em todas as regiões e esferas socioeconômicas do Brasil, a fim de eliminar qualquer espécie de desrespeito infundado sobre o uso da língua. Também é essencial que as campanhas educativas deixem claro que o português brasileiro é repleto de inúmeras expressões diferentes que também estão corretas, e são tão importantes quanto a linguagem formal. Assim, será possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos da Constituição.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
Desafios do preconceito linguístico no Brasil
por Giobdl    - In: Outros temas
0 Respostas 
57 Exibições
por Giobdl
1 Respostas 
82 Exibições
por Caiunao
0 Respostas 
34 Exibições
por kelykarine
0 Respostas 
83 Exibições
por FernandaFR
0 Respostas 
54 Exibições
por Raicaitano
0 Respostas 
137 Exibições
por Gih8
2 Respostas 
98 Exibições
por Kemuel123
1 Respostas 
113 Exibições
por Annaceci09
1 Respostas 
181 Exibições
por Ellen35
1 Respostas 
406 Exibições
por felipe547

Em outubro de 1988, a sociedade conheceu um dos do[…]

O quadro expressionista "O grito&quot[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM