Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#55893
É denominado preconceito linguístico, toda e qualquer forma de discriminação existente entre os falantes de um mesmo idioma, isto é, o desrespeito pelas variações da língua, como os sotaques, os regionalismos e as gírias. Ao analisar essa definição, vê-se que essa forma de preconceito está enraizada na sociedade brasileira, principalmente na mente daqueles que consideram a gramática normativa como único meio de expressão da fala. É importante ressaltar que esse tipo de comportamento está intimamente ligado a fatores socioeconômicos, regionais e intelectuais.
Ao observar minuciosamente a sociedade atual, percebe-se que o comportamento negativo para com os variantes da língua, nasce da concepção de intelectuais que restringem a fala às regras da gramática, não permitindo nenhum tipo de desvio mesmo quando a ocasião permite o uso coloquial da língua. Além dessa concepção intelectual é importante citar que os fatores socioeconômicos e regionais sustentam essa ação preconceituosa, as classes mais ricas e desenvolvidas da sociedade, tem o errôneo pensamento de que as classes mais pobres e que não tiveram uma educação de qualidade, “deturparam” a língua, por não saber a norma culta, por isso, criaram dialetos diferentes e pronunciam de modos diferentes. Há também indivíduos de regiões mais desenvolvidas que acreditam que falam de modo superior a pessoas de outros estados do país, como é o caso de indivíduos do sudeste que ridicularizam o sotaque dos nordestinos.
Para Fernando Pessoa, a linguagem se fez para que sirvam-se dela e não para que sirvam a ela, isto é , a linguagem deve estar a serviço do bem comum, deve facilitar a comunicação e o entendimento, afinal, ela não pode ser um fardo e nem algo que impossibilite alguém de ascender socialmente, mas as diferentes formas de fala demonstram a visão do mundo de cada um passando longe do empobrecimento ficando próxima do beneficiamento, a variação linguística enriquece a língua e a cultura, e propicia ainda mais a socialização e a interação entre as pessoas, do contrário, um comportamento preconceituoso pode ser a causa para a exclusões e os confinamentos sociais e mentais.
Em virtude dos pressupostos apresentados, é evidente a necessidade de que surjam alternativas que façam o preconceito linguístico ser abolido da sociedade brasileira. Em primeiro plano, é preciso haver uma conscientização da mídia e das emissoras de tv, pois elas marginalizam os falantes por meio de seus comerciais, programas e principalmente, de suas novelas. Como segunda medida, é imprescindível que o Ministério da Educação juntamente com o Ministério da Cultura, elaborem um documento que deve ser levado a todas as escolas do país, sem exceção, mostrando caminhos para combater o preconceito linguísticos bem como estratégias de ensino que incluem projetos nos quais os alunos possam vivenciar esses temas por meio de músicas, teatro e dança e também para que os professores não menosprezem as variantes da língua, mas ensinem seus alunos a adequarem sua fala ao contexto em que estão inseridos e entendam que as diferenças são coisas que enriquecem a cultura.

corrijam por favor, ficarei muito grata !!
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desigualdade social

Delys , com certeza❤ se precisar pode chamar.

A chamada Geração Z formada pelos jo[…]

A história brasileira é marcada por […]

A situação atual do trabalho dom&eac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM