Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58256
No Artigo 1° da Declaração do Direitos Humanos é garantido a todos seres humanos que nasçam livres e iguais em dignidade e em direitos, porém a teoria e bem diferente da prática, podemos notar isso no preconceito enfrentado pelos homossexuais na doação de sangue. Isso é um problema que impõe mais ainda o preconceito que os homossexuais enfrentam a tanto tempo, e um outro fator decorrente desse estigma é a restrição e dificuldade na doação de sangue.
É notável que por toda a história vemos pessoas com a sexualidade diferente da heterossexualidade, sofrendo diversos ataques preconceituosos, e mesmo que nossa sociedade viva em constantes evoluções, parece que essas evoluções só podem ser percebidas no mundo sensível ( em coisas matérias), pois a mentalidade do ser humano pouco evoluiu com as grandes revoluções em contextos sociais. E isso se torna perceptível quando se tem uma barreira na doação de sangue por pessoas que se relacinam com alguém do mesmo sexo, ainda que a mesma não tenha nenhuma doença que possa comprometer o receptor do sangue, inclusive a estudos e testes com comprovações científicas que não a risco ou problema algum homossexuais doarem sangue.
Outro problema decorrente desse estigma é a maior dificuldade na doação de sangue, um cidadão em plena saúde não é obrigado a doar sangue, ele vai de espontânea vontade, e isso pode ser um problema pois nem todos tem a consciência da extrema importância da doação e essa restrição a homossexuais só aumenta mais ainda essa dificuldade em conseguir doadores. Podemos ver que essa restrição e prejudicial tanto para o doador tanto para o receptor. Fazendo uma breve pesquisa na internet podemos ver o quanto os bancos de sangue estão quase sempre com a capacidade mínima ou média. Mas apesar de tudo isso podemos ter esperanças na mudança em relação a isso, pois o Superior Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional a exclusão de homossexuais como doadores de sangue.
Em virtude do que foi mencionado, e dever do estado elaboraro de junto com Ministério da Saúde, campanhasque promovam a doação de sangue igualitária no qual consiste em levar a informação de que qualquer cidadão em plena saúde independentemente de sua sexualidade, pode ser doador de sangue, pois é um ato que pode salvar vidas. E também o Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação, reliaze em cursos superiores na área da saúde palestras que consista em apresentar o informações corretas para que lá na frente os futuros profissionais da saúde não cometam tais indiscrição referente a doação de sangue por homossexuais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM