Avatar do usuário
Por Maysavp
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#112234
A desigualdade entre homens e mulheres é um dos maiores abismos que separam a sociedade contemporânea da igualdade. O estigma do sexo frágil, a diferença salarial, o ideal da dona de casa exemplar e, o machismo a que são submetidas, fazem parte do cotidiano de muitas mulheres. Vale ressaltar que a comunidade LGBT também é marginalizada por causa dos estereótipos impostos para manutenção da desigualdade. Esse cenário impossibilita que o famoso trecho do artigo 5º da Constituição seja uma situação real, portanto, precisa ser analisado.
De acordo com o IBGE, o Brasil é o país com maior índice de diferença salarial entre homens e mulheres no mundo. Isso ocorre devido a maior parte da população brasileira idealizar o homem como ser ágil e forte, desprezando a imagem da mulher como inferioridade. Dessa forma, perpetua o discurso machista no cenário brasileiro.
Além disso, convém salientar que segundo o grupo Gay da Bahia, a nação brasileira é o país que mais mata travestis e transexuais no mundo, em razão do preconceito que permeia esses indivíduos. Como resultado, pessoas são duramente humilhadas, espancadas e, em casos extremos, são mortas, vítimas da discriminação por não se encaixarem no padrão normativo proposto pela maioria.
Dessa forma, portanto, podemos ver que, como Simone de Beauvoir acreditava, apenas com a cooperação entre homens e mulheres, no sentido biológico dos termos, pode-se redefinir os papéis dos gêneros. Como grande formadora de opiniões, é papel da mídia difundir o movimento e atuar em parceria com ONGs em campanhas pela igualdade. Além disso, cabe à escola, com o auxílio da família, combater o sexismo ainda em seu começo, estimulando o respeito mútuo entre as crianças. Por fim, é papel do Estado, por meio de incentivos à indústria e parceria com os meios de comunicação, reforçar que “homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações” na forma da nossa Constituição. Ações assim, fará do Brasil um país mais empático.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
63 Exibições
por karencris
2 Respostas 
201 Exibições
por Lauany25
Diferença salarial entre homens e mulheres
por Lorelinda    - In: Outros temas
0 Respostas 
46 Exibições
por Lorelinda
20 Respostas 
520 Exibições
por Lauany25
2 Respostas 
148 Exibições
por KelveSilva
1 Respostas 
1111 Exibições
por Paty0000
4 Respostas 
740 Exibições
por linsley
Desigualdade salarial entre homens e mulheres
por Mihsantos    - In: Outros temas
0 Respostas 
239 Exibições
por Mihsantos
2 Respostas 
263 Exibições
por Alunaaaamed
0 Respostas 
90 Exibições
por Adrian001
meio ambiente de belágua

Olá, renata03! Obrigado por enviar seu text[…]

Olá, irissumie! Obrigado por enviar seu te[…]

Segunda redação

Nicky7 , fluttershy lais458 Deivson123 Max[…]

Olá, Silvest! Obrigado por enviar sua reda&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM