Avatar do usuário
Por villyia
Quantidade de postagens
#114965
Para o teólogo francês Jacques Bossuet, a saúde depende mais das precauções que dos médicos. Sob essa ótica, pode-se notar o descaso que a sociedade enfrenta com a própria saúde mental, visto que, a positividade tóxica e os padrões de felicidade são alguns dos problemas que mais sofre na atualidade. O almejo por viver algo que não pode e a pouca importância com a própria sanidade, nos trazem uma população progressivamente mais adoecida.
A principio, com o avanço da tecnologia e de principalmente, das redes sociais, a internet se tornou como um refugio fácil para seus usuários. Em consequência disso, a comparação com outros passou a ser cada vez mais comum, já que tudo pode ser publicado e visto por milhares de pessoas ao redor de todo o país. "Influencers digitais" propagam um estilo de vida positivo e livre de problemas, mascarando todo o lado infeliz de seu dia a dia para enfatizar sua própria prosperidade. Com isso, ocorre uma grande manipulação em massa, se cria um padrão de vida perfeito e o desejo por obter aquela "realidade falsa" cresce, mesmo que seja impossível alcança-la, pois não existe.
Ademais, a busca incansável pela felicidade acaba invalidando a aceitação de outros sentimentos, como a tristeza e raiva, que apesar de incômodos, ainda fazem parte de um ser humano saudável. Assim, se torna prejudicial negar a existência dessas emoções, ocorrendo não só de forma alheia, mas também individual. Com o excesso de positividade e a luta por uma vida impecavelmente brilhante por parte da comunidade, encontramos pessoas a cada dia mais ansiosas e fragilizadas, sem ao menos perceberem.
Com isso, se torna necessário que medidas sejam tomadas para amenizarem essas situações. Cabe ao Ministério da Saúde disponibilizar para a população profissionais qualificados, atuantes da psicologia, sendo isso feito em todas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para minimizar os efeitos dessa problemática. E a Mídia, através de publicações nas redes sociais, divulgar informações sobre os riscos
da positividade tóxica e padrões de felicidade, para uma sociedade mais consciente e menos negligente. Tomando as devidas precauções, como Jacques Bossuet diz.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
642 Exibições
por tai80
0 Respostas 
253 Exibições
por pharmarwin
1 Respostas 
212 Exibições
por RayaneSC
0 Respostas 
2249 Exibições
por Jesse1000
A felicidade alheia incomoda.
por nathaliabau    - In: Outros temas
0 Respostas 
148 Exibições
por nathaliabau
0 Respostas 
1001 Exibições
por Katsmoking
2 Respostas 
306 Exibições
por Kelinha
A relação entre o dinheiro e a felicidade
por Wesley3108    - In: Outros temas
0 Respostas 
256 Exibições
por Wesley3108
0 Respostas 
145 Exibições
por KARLALOPEZ
0 Respostas 
115 Exibições
por KARLALOPEZ
Impacto da arte

A arte, em suas diversas formas e manifestaç[…]

Na atualidade, a desigualdade social é muit[…]

A mulher invisível

A mulher tende a ser diversas vezes muito injusti&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM