• Avatar do usuário
#72133
É inquestionável, que desde o Iluminismo, a sociedade estrutura-se através da preocupação reciproca dos indivíduos na busca pela superação dos diversos problemas existentes. Entretanto, o impasse relacionado à política higienista com os moradores de rua no Brasil perpassa tal contexto e permanece ligada a realidade do país. Nesse contexto, torna-se evidente como causas a saúde pública, bem como as dificuldades de acesso à moradia.

Em primeira análise, deve-se ressalta a ausência de medidas governamentais para combater o descaso com a saúde comunitária. De acordo com a ideia do filosofo contratualista John Locke, configura-se como violação do “contrato comum”, já que o estado não cumpre sua função de garantir que a população desfrute do direito indispensável, como o bem-estar público. É incoerente, portanto, que isso não aconteça em nosso contexto atual já que afeta a saúde da nossa população.

Além disso, é fundamental apontar o direito domiciliar como uma consequência impulsada das políticas higienistas. Diante do artigo (6°) da constituição a moradia é um direito de todos cidadoas brasileiro, assim como a saúde pública. No entanto, isso se torna um grande problema social, visto que o número de pessoas morando na rua vem crescendo de forma alarmante, com tudo isso à consolidação da política higienista se torna ainda mais desafiadora entra os sem teto.

É evidente, portanto, que ainda há necessidade de combater esse obstáculo. Para isso, deve o ministério da saúde, órgão responsável pela prevenção do bem-estar do brasileiro com as prefeituras, através de debates consolidar eventos que discute sobre esse tema que e muito importante, sobre a saúde higienista com os moradores de rua. Assim se fortalece uma sociedade mais bem vista e consolidada, aonde o estado desempenha corretamente seu papel “contrato comum” tal como afirmou John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Saúde Pública no Brasil

OLÁ! Tudo bem? Espero que seu dia estej[…]

3m1ly aaah muito obrigada pela correç&ati[…]

Consumismo no Brasil

Eraldonunes eurodrigo Gi69 Anne24 Lol[…]

Jean Jaques Rosseau, filósofo iluminista, a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM