• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por sarys
Quantidade de postagens
#80347
Segundo a Constituição Federal de 1988, no artigo 3, erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades sociais é um dos princípios fundamentais. Uma, diante das diversas problemáticas para reduzir a pobreza no Brasil é a má distribuição econômica e a marginalização das classes sociais.

Vale ressaltar que, o sucateamento de ações e órgãos públicos acelera o percentual de pobreza no Brasil, gerando má distribuição econômica e situações de fome e pobreza extrema. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística o percentual de pobreza no Brasil atinge 6,5% da população brasileira, que corresponde a 1 milhão de brasileiros em estado de pobreza ou pobreza extrema. A pobreza pode ter diversas causas, entre elas está o país que o indivíduo vive, a sua classe social e principalmente a má distribuição econômica. O supervisionamento das instituições zumbi e da administração pública, contribuem para uma boa distribuição econômica e igualitária.

Segundo o filósofo Karl Marx, conhecido como filosofo da pobreza, liberdade e pobreza são incompatíveis, isso porque ainda segundo o mesmo, lutar contra a pobreza é lutar contra a liberdade e lutar pela liberdade é lutar contra a pobreza material e mental. A marginalização de classes acarreta uma série de problemáticas elevando o índice de pobreza, vale ressaltar que, quando é criado um padrão de classes automaticamente a liberdade é reduzida, principalmente quando se vive em um país capitalista onde o dinheiro é o "item" número um para a rotação econômica. Quando é prescrito um padrão social, a marginalização de classe é evidentemente notada, onde se faz a excepção de riqueza e pobreza de ricos e pobres, sobretudo a pobreza deve ser usada como arma política para desalojar os padrões estipulados.

Para mudar o rumo desses problemas, faz-se necessário uma mudança nas políticas públicas e nas leis que visam a extinção da pobreza e dos estereótipos sociais, através de intervenção governamental em parceria com ONGS, com a finalidade da criação de programas públicos socio-econômicos promovendo e gerando oportunidades de emprego e rendas, através do Ministério da Cidadania, órgão responsável pelo desenvolvimento social. Além disso, também é importante a criação de palestras educativas em espaços públicos e em escolas com o auxílio do governo Federal e Estadual com a finalidade de desmarginalizar o conceito das classes sociais. A pobreza só poderá ser erradicada por via da democracia, mas não por via burocrática, mas por via revolucionária.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por sarys
Quantidade de postagens
#80348
Segundo a Constituição Federal de 1988, no artigo 3, erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades sociais é um dos princípios fundamentais. Uma, diante das diversas problemáticas para reduzir a pobreza no Brasil é a má distribuição econômica e a marginalização das classes sociais.

Vale ressaltar que, o sucateamento de ações e órgãos públicos acelera o percentual de pobreza no Brasil, gerando má distribuição econômica e situações de fome e pobreza extrema. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística o percentual de pobreza no Brasil atinge 6,5% da população brasileira, que corresponde a 1 milhão de brasileiros em estado de pobreza ou pobreza extrema. A pobreza pode ter diversas causas, entre elas está o país que o indivíduo vive, a sua classe social e principalmente a má distribuição econômica. O supervisionamento das instituições zumbi e da administração pública, contribuem para uma boa distribuição econômica e igualitária.

Segundo o filósofo Karl Marx, conhecido como filosofo da pobreza, liberdade e pobreza são incompatíveis, isso porque ainda segundo o mesmo, lutar contra a pobreza é lutar contra a liberdade e lutar pela liberdade é lutar contra a pobreza material e mental. A marginalização de classes acarreta uma série de problemáticas elevando o índice de pobreza, vale ressaltar que, quando é criado um padrão de classes automaticamente a liberdade é reduzida, principalmente quando se vive em um país capitalista onde o dinheiro é o "item" número um para a rotação econômica. Quando é prescrito um padrão social, a marginalização de classe é evidentemente notada, onde se faz a excepção de riqueza e pobreza de ricos e pobres, sobretudo a pobreza deve ser usada como arma política para desalojar os padrões estipulados.

Para mudar o rumo desses problemas, faz-se necessário uma mudança nas políticas públicas e nas leis que visam a extinção da pobreza e dos estereótipos sociais, através de intervenção governamental em parceria com ONGS, com a finalidade da criação de programas públicos socio-econômicos promovendo e gerando oportunidades de emprego e rendas, através do Ministério da Cidadania, órgão responsável pelo desenvolvimento social. Além disso, também é importante a criação de palestras educativas em espaços públicos e em escolas com o auxílio do governo Federal e Estadual com a finalidade de desmarginalizar o conceito das classes sociais. A pobreza só poderá ser erradicada por via da democracia, mas não por via burocrática, mas por via revolucionária.
@Saraaaaaa @Millah @EuDavila
Redação ENEM 2021

Aqui está a minha análise da sua red[…]

Obrigado, se possível, corrija a minha do E[…]

@eurodrigo poderia dar uma olhada?

Correção flash • Modelo ENEM […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM